CBV faz reunião para definição de tabela e regulamento

Publicado em: 09 DE SETEMBRO

CBV faz reunião para definição de tabela e regulamento
Diretoria da CBV no comando da reunião: Radamés Lattari, Adriana Behar, Marcelo Hargreaves e Marcelo Elgarten (Créditos: Divulgação/CBV)

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) promoveu, nesta quinta-feira (09.09), reunião com representantes dos clubes participantes na Superliga feminina de vôlei 2021/2022 para definição dos confrontos e regulamento da próxima edição. O diretor da competição, Marcelo Hargreaves, comandou o bate-papo que aconteceu de forma híbrida, com alguns supervisores presentes a sede da entidade, no Rio de Janeiro (RJ), e outros representantes de clubes, federações e da Comissão Nacional de Atletas acompanhando de forma online.

O vice-presidente e a CEO da CBV, Radamés Lattari e Adriana Behar, também participaram da reunião. “Quando passamos o bastão para a Adriana, fizemos uma relação das dificuldades que temos dentro da CBV, as que os clubes têm, as reinvindicações deles, revimos contratos e ao trazer o Marcelo para assumir esse desafio, ele e a Adriana têm trabalhado para tentar transmitir as melhores notícias. Tenho certeza de que da nossa parte vai existir sempre a boa vontade de tentar evoluir e espero que da parte de vocês, diante do cenário que viemos enfrentando, todos possam se unir em prol do voleibol”, disse Radamés.

Adriana Behar também falou aos clubes e destacou o ponto principal que a atual diretoria vem colocando em prática. “O trabalho aqui hoje e com certeza nesses próximos desafios da temporada é que estejamos, CBV, clubes, técnicos, atletas, cada vez mais próximos”, afirmou a CEO da Confederação Brasileira de Voleibol.

Previamente a este encontro, Marcelo Hargreaves, que assumiu o comando da Superliga nesta gestão, visitou os clubes e conheceu de perto a realidade de cada um. “Quando eu tive uma conversa com cada um individualmente, procurei escutar bastante cada ponto de evolução para que chegássemos a uma visão compartilhada do futuro”, comentou Hargreaves.

Com este objetivo, o diretor da Superliga e de Novos Negócios da CBV conduziu a reunião onde foram definidos os confrontos da fase classificatória da Superliga 2021/2022 e o regulamento da competição – tudo em comum acordo com os clubes participantes.

A Superliga feminina de vôlei 21/22 começa no dia 29 de outubro com a participação de 12 equipes: Brasília Vôlei (DF), Curitiba Vôlei (PR), Dentil/Praia Clube (MG), Pinheiros (SP), Fluminense (RJ), Itambé/Minas (MG), Osasco São Cristóvão Saúde (SP), Country Club Valinhos (SP), Unilife-Maringá (PR), Barueri Volleyball Club (SP), Sesc RJ Flamengo (RJ) e Sesi Vôlei Bauru (SP).

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Secretaria Especial do Esporte