Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > Busca pelo topo

Último campeão, EMS Taubaté Funvic se prepara para temporada


Publicado em: 20/08/2020 14:53
Maurício Borges é uma das novidades do EMS Taubaté Funvic (Créditos: Renato Antunes/Maxx Sports Brasil)

O ponteiro Lucarelli defendeu o EMS Taubaté Funvic (SP) por cinco anos e, sem dúvida, essa será a grande diferença notada quando a equipe do Vale do Paraíba entrar em quadra nesta próxima temporada. O campeão olímpico, que se transferiu para o voleibol italiano, não estará em quadra. Mas, a diretoria do time paulista não perdeu tempo e contratou outro campeão nos Jogos do Rio de Janeiro: Maurício Borges. O ponteiro já treina com o grupo que, nesta temporada, será dirigido pelo argentino Javier Weber.

Chegar a um novo time é sempre desafiador. Na posição de substituto de um dos ídolos da torcida e na equipe que levantou o troféu da Superliga Banco do Brasil pela última vez, então, nem se fala – o grupo, na época dirigido por Renan Dal Zotto, foi campeão na temporada 18/19 e viu a temporada seguinte, 19/20, não ser encerrada devido a pandemia da COVID-19. Mas, a experiência acumulada por Maurício Borges faz com que o desafio seja encarado de maneira leve.

“Sei bem do quanto o Lucarelli significa para a torcida de Taubaté, mas chego para desempenhar o meu papel. Eu e o João Rafael chegamos nesta temporada para ajudar o time e queremos manter o grupo no mesmo nível depois de ter sido campeão na Superliga anterior e ter terminado em primeiro lugar quando o campeonato foi paralisado por causa da pandemia”, disse Borges.

O jogador está motivado. Feliz em Taubaté, Maurício Borges explica que a adaptação dele e de sua família tem sido não só boa, como rápida.

“Já estou bem instalado com a família, todos adorando a cidade, e posso dizer que já estou adaptado. Claro que os treinos ainda não estão no ritmo considerado normal no vôlei porque todos ficamos muito tempo parados, mas já está dando pra matar um pouco da saudade e estou gostando muito de toda a estrutura do time”, afirmou o ponteiro.

Da estrutura oferecida pelo clube paulista, Maurício já conhecia bem o preparador físico do EMS Taubaté Funvic, Renato Bacchi, com quem trabalha há sete anos na seleção brasileira – Bacchi está em sua terceira temporada com a equipe do Vale do Paraíba. E está vivendo a experiência de ser dirigido pela primeira vez pelo argentino Weber.

“O Weber é um grande técnico, gosta de trabalhar sistema de jogo e estou gostando muito do estilo dele. Nunca havia trabalhado diretamente, mas sempre ouvi muitos elogios e a partir de agora estaremos juntos nessa luta”, complementou Maurício Borges.

O treinador também está entusiasmado. “Sem dúvidas as expectativas são ótimas. O time foi montado para chegar às finais e brigar pelos títulos. Teremos o Sul-Americano de clubes e a Superliga, que são as competições principais para nós. Mas buscaremos aproveitar cada momento em quadra para fazer esse time jogar seu melhor voleibol. A temporada se configura diferente, claro, pela pandemia, mas tenho confiança de que nosso grupo de jogadores e profissionais da comissão técnica vão fazer um excelente trabalho e buscaremos nossos objetivos”, fechou Javier Weber.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro