Superliga 2019-2020
Você está em: Home > Notícias > Fim da invencibilidade

Osasco-Audax acaba com invencibilidade do Itambé/Minas


Publicado em: 11/01/2020 00:17
Osasco-Audax tirou a invencibilidade do último invicto da competição (Créditos: Orlando Bento/MTC )

O Osasco-Audax (SP) acabou com a invencibilidade do Itambé/Minas na Superliga 19/20. Nesta sexta-feira (10.01), a equipe de Osasco (SP) superou o time mineiro por 3 sets a 2 (25/20, 21/25, 16/25, 25/20 e 15/9), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). A partida foi válida pela décima rodada do turno da competição.

O Osasco-Audax subiu para a quarta colocação na classificação geral, com 20 pontos (oito resultados positivos e dois negativos). O Itambé/Minas está em segundo lugar, com 26 pontos (nove vitórias e uma derrota) O Sesc RJ lidera, com 29 pontos.

A líbero Camila Brait se destacou, foi a mais votada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. Ao final do duelo, a defensora comentou sobre o resultado e a atuação do Osasco-Audax.

“Conquistamos uma vitória importante. Nós vínhamos de altos e baixos e esse jogo vai ser importante para o nosso time engrenar de vez na Superliga. Ainda cometemos algumas falhas, mas temos uma margem enorme de crescimento e seguiremos trabalhando duro para evoluir. E evoluir muito. Nosso saque e recepção funcionaram muito bem, desempenho que vínhamos buscando há tempo. Agora é seguir assim e lutar para melhorar mais”, disse Camila Brait.

A oposta cubana Casanova teve grande atuação e foi a maior pontuadora do confronto, com 23 pontos (21 de ataque e dois de bloqueio). A ponteira Jaqueline também foi um dos destaques, com 12 acertos. Pelo lado do Itambé/Minas, a oposta Bruna e a ponteira Kasiely marcaram 14 pontos cada.

A central Carol Gattaz, do Itambé/Minas, marcou 12 pontos e lamentou a derrota, mas garantiu que o grupo mineiro segue motivado e em busca de evolução.

“Os erros fizeram com que a gente deixasse a vitória escapar. O Osasco-Audax sacou muito bem e a nossa recepção não foi boa. A gente se desequilibrou nesses fundamentos. Os erros foram fundamentais para este resultado e a gente não pode cometer tantos erros assim. Agora, é treinar e fazer os ajustes. A invencibilidade era questão de jogos e não vamos desanimar. Sabemos que a Superliga está muito equilibrada e vai ser difícil. Temos que ajustar os ponteiros e seguir em frente”, afirmou Carol Gattaz.

As duas equipes voltarão à quadra na terça-feira (14.01). O Osasco-Audax (SP) medirá forças contra o Valinhos (SP), às 20h, no José Liberatti, em Osasco (SP). O Itambé/Minas terá pela frente o Dentil/Praia Clube (MG), às 21h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG).

Outros jogos

O Dentil/Praia Clube (MG) foi até o Rio de Janeiro (RJ) e venceu mais uma na Superliga 19/20. O time mineiro superou o Flamengo (RJ) por 3 sets a 0 (25/20, 25/19 e 25/17), no ginásio Hélio Maurício, na Gávea (RJ). A central Carol se destacou com 15 pontos, sendo sete de bloqueio, e ficou com o Troféu VivaVôlei. A oposta norte-americana Fawcett foi a maior pontuadora do confronto, com 17 acertos.

O Fluminense (RJ) viajou até Curitiba (PR) e voltou a vencer na Superliga 19/20. A equipe carioca passou pelo Curitiba Vôlei (PR) por 3 sets a 1 (20/25, 25/16, 25/22 e 25/18), no ginásio da Universidade Positivo, em Curitiba (PR). A central Natasha teve atuação segura e levou o Troféu VivaVôlei para casa. Apesar da derrota, o Curitiba Vôlei teve a maior pontuadora do confronto, a atacante Sabrina, com 22 pontos.

EQUIPES:

OSASCO-AUDAX – Roberta, Casanova, Jaqueline, Ellen, Bia e Mara. Líbero – Camila Brait 
Entraram – Pri Heldes, Fernanda Tomé, Vanessa Janke, Erica Mota, 
Técnico – Luizomar de Moura

ITAMBÉ/MINAS – Macris, Bruna, Acosta, Didi, Carol Gattaz e Thaisa. Líbero – Léia 
Entraram – Kasiely, Vivian, Bruninha, Sheilla, 
Técnico – Nicola Negro

SUPERLIGA FEMININA 19/20

DÉCIMA RODADA

03.12 (TERÇA-FEIRA) – Valinhos (SP) 0 x 3 Sesi Vôlei Bauru (SP), às 19h, no CT, em Valinhos (SP) – Canal Vôlei Brasil (13/25, 19/25 e 18/25)

03.12 (TERÇA-FEIRA) – São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) 0 x 3 Sesc RJ, às 21h30, no Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP) – Canal Vôlei Brasil (20/25, 20/25 e 15/25)

10.01 (SEXTA-FEIRA) – Flamengo (RJ) 0 x 3 Dentil/Praia Clube (MG), às 20h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) (20/25, 19/25 e 17/25)

10.01 (SEXTA-FEIRA) – Itambé/Minas (MG) 2 x 3 Osasco-Audax (SP), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (20/25, 25/21, 25/16, 20/25 e 9/15)

11.01 (SÁBADO) – Pinheiros (SP) x São Paulo/Barueri (SP), às 19h, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) – TV Cultura

10.01 (SEXTA-FEIRA) – Curitiba Vôlei (PR) 1 x 3 Fluminense (RJ), às 20h, na Universidade Positivo, em Curitiba (PR) (25/20, 16/25, 22/25 e 18/25)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro