Superliga 2019-2020
Você está em: Home > Notícias > nova temporada

CBV e clubes definem datas de início e formato da próxima edição


Publicado em: 15/08/2019 16:50
Superliga masculina 18/19 teve jogo decisivo em Suzano (Créditos: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV)

Os 24 clubes participantes da Superliga 2019/2020 e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) definiram juntos em reuniões realizadas em São Paulo (SP) diretrizes para a próxima temporada. Entre as definições, a data de início da competição em ambos os naipes. O masculino começará no dia 9 de novembro e o feminino no dia 12 do mesmo mês. A tabela oficial e completa será divulgada em breve, após ajustes com as equipes e televisão.

Houve alteração no formato dos playoffs, tanto no masculino quanto no feminino, que agora serão disputados em série melhores de três jogos, inclusive na final em ambos os naipes.   O mando de quadra para o masculino seguirá com os clubes que estarão na disputa pelo título, enquanto no feminino o mando voltará a ser da CBV.

Os seguintes clubes participarão da competição no masculino: EMS Taubaté Funvic (SP), Sesi-SP, Sada Cruzeiro (MG), Sesc-RJ, Vôlei Renata (SP), Fiat/Minas (MG), Vôlei UM Itapetininga (SP), São Francisco Vôlei/RP (SP), Denk Academy/Maringá Vôlei (PR), América Vôlei (MG), Botafogo (RJ) e Apan-Blumenau (SC).

No feminino, as equipes participantes serão: Itambé/Minas (MG), Dentil/Praia Clube (MG), Sesi Vôlei Bauru (SP), Osasco/Audax (SP), Sesc-RJ, Fluminense (RJ), Curitiba Vôlei (PR), São Paulo FC/Barueri (SP), Pinheiros (SP), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), Vôlei Valinhos (SP) e Flamengo (RJ).

O superintendente de competições quadras da CBV, Renato D´Avila, destacou a participação de grandes nomes da modalidade em mais uma edição da Superliga. O dirigente também chamou atenção para o fato da cidade do Rio de Janeiro voltar a ser protagonista no alto rendimento do voleibol.

“Nós esperamos uma competição equilibrada e com alto nível de voleibol, já que contamos com diversos atletas medalhistas olímpicos e com serviços prestados à seleção brasileira. Esta temporada é especial por anteceder a disputa de mais uma edição de Jogos Olímpicos. Além disso é bom ver a retomada do voleibol em lugares como o Rio de Janeiro que contará com cinco clubes entre o masculino e o feminino. Santa Catarina também retorna ao cenário nacional entre os homens com a tradicional equipe de Blumenau. Enfim, desejamos mais uma edição de sucesso de nossa principal competição nacional”, comentou D’Avila.

Nas reuniões em São Paulo ainda houve definições em outras competições do calendário do próximo ano. A Supercopa feminina acontecerá no dia 1 de novembro e a masculina no dia 06 do mesmo mês.  A fase final da Copa Brasil masculina será realizada nos dias 24 e 25 de janeiro, enquanto a da feminina acontecerá nos dias 31 de janeiro e 1 de fevereiro. As sedes das competições serão divulgadas em breve.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro