Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > De virada

Sesi-SP vira o jogo, vence o Sesc RJ e assume a liderança


Publicado em: 28/02/2019 22:59
Jogadores do Sesi-SP comemoram ponto na vitória sobre o Sesc RJ (Créditos: Amanda Demétrio/Sesi-SP)

Na posição de segundo colocado da Superliga Cimed masculina de vôlei 18/19, o Sesi-SP recebeu o quarto na tabela, Sesc RJ, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), e somou mais três pontos ao vencer, na noite desta quinta-feira (28.02), por 3 sets a 1. O grupo dirigida pelo técnico Rubinho perdeu o primeiro set, mas virou e fez 21/25, 25/21, 25/21 e 25/23.

Com o resultado positivo, o Sesi-SP, então chegou a 50 pontos e assumiu a liderança na tabela de classificação, passando o Sada Cruzeiro (MG), que tem 48, mas que ainda não jogou nesta rodada. O EMS Taubaté Funvic (SP) é o terceiro colocado, com 44 pontos.

O ponteiro Lucas Lóh se destacou na partida e foi o jogador que recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Por isso, foi premiado com o Troféu VivaVôlei e comemorou o resultado depois de duas derrotas para o adversário carioca.

“Esse histórico de derrotas para eles pesava, mas hoje o nosso time jogou muito bem, em conjunto, não perdemos as oportunidades que criamos e conseguimos essa vitória na força do grupo. Fico feliz por conseguir fazer uma boa partida, ajudar os Sesi-SP a conseguir essa vitória em um momento importante e cada ponto vale para alcançar a ponta da tabela”, disse Lóh.

Outro destaque do confronto ficou por conta do oposto Alan, maior pontuador, com 23 pontos, sendo 22 de ataque e um de saque. Lucas Lóh também se destacou na pontuação ao marcar 21 vezes (17 de ataque e quatro de bloqueio).

Pelo Sesc RJ, o oposto Wallace foi quem mais pontuou com o total de 18 acertos. Após a partida, o campeão olímpico comentou a dificuldade enfrentada pelo seu time nesta noite.

“Nosso time está pecando demais, principalmente no passe A, quando não conseguimos rodar bola. Isso pesa muito. Temos que melhorar porque contra times como o Sesi-SP e tantos outros, não rodar gera um grande problema”, destacou Wallace.

Na próxima rodada, o Sesi-SP seguirá em casa e, no dia 9 de março, receberá o Vôlei UM Itapetininga (SP) em partida que terá transmissão ao vivo do site Globoesporte.com. O Sesc RJ receberá o atual campeão da Superliga Cimed, Sada Cruzeiro (MG), neste mesmo dia, com transmissão do SporTV 2.

A nona rodada do returno terminará no dia 13 de março, já que Sada Cruzeiro (MG) e Fiat/Minas (MG) estão na disputa do Campeonato Sul-Americano de Clubes durante esta semana. No dia 13, então, serão realizados os confrontos entre São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) e Fiat/Minas, e, também, entre Sada Cruzeiro e EMS Taubaté Funvic (SP), às 20h.

Outros resultados da noite

No primeiro jogo da noite, o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) jogou em casa e, com apoio da sua torcida, venceu o São Judas Voleibol (SP). O time paranaense contou com bom desempenho do central Deivid, eleito o melhor do jogo, e venceu por 3 sets a 1 (25/22, 25/23, 22/25 e 25/21). Apesar do resultado negativo do seu time, o ponteiro Matheus foi o maior pontuador na partida, com o total de 20 acertos.

Também atuando em seus domínios, o Vôlei UM Itapetininga (SP) levou a melhor sobre o Corinthians-Guarulhos (SP) por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 25/20, 22/25 e 25/20. Nesta partida, o ponteiro Ademar teve boa atuação e foi escolhido, pela comissão técnica do seu time, o melhor da partida, sendo premiado com o Troféu VivaVôlei. O outro ponteiro da equipe do interior de São Paulo, Victor Cardoso, o Birigui, também contribuiu bem para o resultado positivo ao marcar 27 vezes.

Em uma partida extremamente equilibrada realizada em Ponta Grossa (PR), o time da casa, Caramuru Vôlei (PR) conseguiu grande virada sobre o Vôlei Renata (SP). A equipe paranaense perdeu os dois primeiros sets, mas reagiu e venceu por 3 a 2: 21/25, 21/25, 25/20, 27/25 e 15/12. O ponteiro argentino Toro teve atuação destacada e foi eleito, pela comissão técnica do seu time, o melhor em quadra, sendo premiado com o Troféu VIvaVôlei.

EMS Taubaté Funvic vence na estreia de Renan

Em jogo antecipado pela décima rodada do returno, o EMS Taubaté Funvic (SP) venceu o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) na estreia do técnico Renan. Após apenas três dias de treinos no comando da equipe, o treinador da seleção brasileira estreou com vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/19 e 25/19. Três jogadores da equipe taubateana se destacaram. Os ponteiros Lucarelli e Douglas foram os maiores pontuadores, com 12 acertos cada um. E o levantador Raphael foi eleito, pela comissão técnica do time carioca, o melhor da partida.

“O time reagiu bem e isso me deixou satisfeito. Sabemos que ainda é preciso melhorar em muitos pontos e essa próxima semana que teremos de treinos será muito importante para isso. Mas, o time jogou ponto a ponto com muita determinação e isso foi o que eu mais gostei”, analisou Renan.

O capitão Raphael também comemorou o resultado, demonstrando atenção aos pontos de crescimento. “Muito bom sentir a atmosfera novamente do ginásio, do time interagindo com a torcida e toda a energia. Foi um jogo muito gratificante e que nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. Sabemos que temos muito o que melhorar, mas o primeiro passo foi dado para que possamos continuar focados e comprometidos com o objetivo maior, que é o melhor resultado possível na competição. Houve também a estreia de uma nova comissão técnica interagindo de uma maneira muito positiva com o time, o ambiente todo foi realmente muito positivo e fico muito feliz por tudo isso”, concluiu Rapha.

O JOGO

Com Lucas Lóh pontuando bem, o Sesi-SP teve um de vantagem em 5/4. Com Wallace, o Sesc RJ colocou dois de vantagem (9/7). Quando o adversário chegou a 11/8, o técnico do time da casa, Rubinho, pediu tempo. Com ace de Alan, o Sesi-SP deixou tudo igual em 12/12. Contando com erros do adversário, a equipe carioca voltou a abrir vantagem (16/13). Em 14/18, o treinador da casa parou mais uma vez. O Sesc RJ teve cinco de vantagem em 20/15. O Sesi-SP reduziu a diferença em 18/21 e foi a vez de Giovane pedir tempo. Lucas Lóh pontuou e fez 20/21. A equipe do Rio de Janeiro voltou a pontuar e fechou o primeiro set em 25/21.

Contando com erros do time da casa, o Sesc RJ abriu boa vantagem em 4/1. A parcial passou a ter equilíbrio quando os dois times estiveram empatados em 6/6. Tudo igual novamente em 9/9. No bloqueio simples de Lucas Lóh, o Sesi-SP abriu dois de vantagem (11/9), forçando Giovane a pedir tempo. Com Alan, os donos da casa mantiveram os dois a frente: 14/12. A vantagem foi a três em 17/14. Mais uma vez com Lucas Lóh, o Sesi-SP chegou a 21/17. O Sesc RJ reagiu e reduziu em 19/21. Lipe marcou 23/20. E o Sesi-SP fechou em 25/21.

O terceiro set começou com equilíbrio e, no bloqueio de William, o Sesi-SP marcou 5/3. O placar ainda foi a 7/4 a favor dos donos da casa e Giovane pediu tempo. Lipe marcou 8/5. Com Gustavão no contra-ataque, depois de bom saque de Willianm, o Sesi-SP chegou a 11/6 e o técnico do Sesc RJ se viu obrigado a fazer mais um pedido de tempo. O time carioca pontuou e reduziu a diferença para 9/12. A vantagem da equipe da casa foi a quarto em 17/13. Depois de bom saque de Japa, Djalma pontuou e o Sesc RJ aproximou em 16/18. Rubinho pediu tempo.  Gustavão marcou 20/17. Com Alan pontuando bem, o Sesi-SP chegou a 22/19 e, na sequência, venceu o set por 25/21.

Depois de bom levantamento de Thiaguinho, Leandro Aracaju pontuou e o Sesc RJ marcou 3/2 logo no começo do quarto set. Com Alan no contra-ataque, o Sesi-SP chegou ao ponto de empate: 7/7. No bloqueio de Éder, o time da Vila Leopoldina colocou um de vantagem em 9/8. Lipe fez 13/10 e Giovane pediu tempo. A diferença se manteve em três pontos no ataque de Gustavão: 17/14. Com Maurício Souza, o Sesc RJ aproximou no placar (18/20) e Rubinho parou o jogo com pedido de tempo. Na volta, o time carioca encostou de vez: 19/20. Wallace deixou tudo igual em 21/21. O Sesc RJ ainda assumiu o comando do marcador em 23/22. E no ace de Barreto, o Sesi-SP fechou em 25/23.

EQUIPES

SESI-SP – William, Alan, Éder, Gustavão, Lipe e Lucas Lóh. Líbero – Murilo

Entraram – Douglas Pureza, Franco, Evandro, Barreto

Técnico: Rubinho

SESC RJ – Thiaguinho, Wallace, Leandro Aracaju, Maurício Souza, Japa e Djalma. Líbero – Tiago Brendle

Entraram – Alexandre, PV, Ranmmé, Everaldo

Técnico: Giovane Gávio

SUPERLIGA CIMED MASCULINA DE VÔLEI 2018/2019

Nona rodada do returno

28.02 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) 3 x 1 São Judas Voleibol (SP), às 19h, no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR) (25/22, 25/23, 22/25 e 25/21)

28.02 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) 3 x 1 Corinthians-Guarulhos (SP), às 20h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP) (25/19, 25/20, 22/25 e 25/20)

28.02 (QUINTA-FEIRA) – Caramuru Vôlei (SP) 3 x 2 Vôlei Renata (SP), às 20h30, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa (PR) (21/25, 21/25, 25/20, 27/25 e 15/12)

28.02 (QUINTA-FEIRA) – Sesi-SP 3 x 1 Sesc RJ, às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (21/25, 25/21, 25/21 e 25/23)

13.03 (QUARTA-FEIRA) – São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) x Fiat/Minas (MG), às 19h, no ginásio Cava do Bosque, em Ribeirão Preto (SP)

13.03 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro