Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > Rodada cheia

Copel Telecom Maringá Vôlei vence em casa


Publicado em: 02/02/2019 19:59
Hugo, eleito o melhor do jogo, no ataque (Créditos: João Paulo Santos/Resenha Comunicação)

Habituada a contar com o enorme apoio de sua torcida, a equipe do Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) esteve mais uma vez ao lado dos torcedores e, neste sábado (02.02), conseguiu importante vitória sobre o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP). Com o resultado por 3 sets a 1 (29/27, 22/25, 25/21 e 25/23), o time dirigido pelo técnico Alessandro Fadul subiu da oitava para a sexta posição na tabela de classificação da Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2109.

O ponteiro Hugo recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBB) e, por isso, foi premiado com o Troféu VivaVôlei de melhor jogador da partida. Após o jogo, o atacante falou sobre o valor da união do seu time.

“Tem algumas equipes emboladas na tabela e a vitória foi muito importante. O nosso time foi bem, passamos algumas dificuldades em função do bom saque deles, mas o fundamental é a equipe estar junta, remando junto para buscar seguir bem na competição”, afirmou Hugo.

Pelo São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão, o central Brunão fez questão de elogiar o desempenho dos seus companheiros de equipe, mesmo após o resultado negativo.

“Nós não jogamos mal. Pelo contrário, fizemos uma boa partida, mas pecamos nos detalhes. De novo, os pequenos detalhes nos prejudicaram e sabemos que isso faz a diferença em um jogo de alto nível como esse. Agora temos uma partida em casa agora e vamos treinar forte para conseguir o resultado positivo”, disse Brunão.

Na quinta rodada do returno, o Copel Telecom Maringá Vôlei irá ao interior de São Paulo enfrentar o Vôlei UM Itapetininga (SP) no próximo sábado (09.02), em partida que será realizada às 18h. Já o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão voltará a jogar em casa e, diante de sua torcida, receberá o Caramuru Vôlei (PR) no mesmo dia, às 17h.

O JOGO

O Copel Telecom Maringá Vôlei abriu 2/0-no começo do jogo. O São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão empatou em 2/2. Quando os donos da casa abriram 6/2, Pacheco pediu tempo. O time paulista reagiu, com Alisson encostou em 6/7 e, com Petrus no ataque, deixou tudo igual em 7/7. O set ficou igual novamente em 10/10 e depois em 13/13. No ace de Lucas Borges, o Copel Telecom Maringá marcou 15/13. Petrus bloqueou e o São Francisco Saúde chegou ao empate mais uma vez: 15/15. Os visitantes tiveram em vantagem em 17/16 e Hugo colocou seu time novamente na frente: 18/17. Maringá teve dois de vantagem em 19/17 e com Alemão e, no bloqueio de Brunão, Ribeirão fez 21/20. Após uma reta final de set bastante equilibrada, o Copel Telecom Maringá Vôlei venceu por 29/27.

O segundo set começou com o time da casa abrindo 4/2. Com Daniel Muniz, o Copel Telecom Maringá chegou a 7/4. A diferença se manteve em 9/6. No bloqueio de França e no contra-ataque de Gabriel, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão encostou no marcador: 11/12. O jogo ficou igual em 14/14 e, com Gabriel, Ribeirão assumiu o comando do placar em 15/14. Os visitantes ainda chegaram a 17/14. Quando o placar chegou a 20/16 para o adversário, o técnico Alessandro Fadul pediu tempo. No bloqueio de Deivid, o Copel Telecom Maringá aproximou em 19/21 e foi a vez de Pacheco parar o jogo. No saque de Petrus, Ribeirão chegou ao ponto do set e venceu por 25/22.

Na terceira parcial, o placar esteve igual em 2/2 e depois em 6/6. Copel Telecom Maringá teve um de vantagem em 10/9 e, com Gabriel, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão empatou mais uma vez (10/10). Com ponto de bloqueio, o time paulista marcou 12/11. Petrus bloqueou sozinho pelo meio de rede e marcou 14/12 para o time visitante. Ribeirão teve três de vantagem em 16/13. Maringá buscou, empatou em 16/16 e Marcos Pacheco pediu tempo. O set esteve igual em 19 pontos. Alisson marcou 21/22 para Ribeirão encostar no placar. No final, melhor para o Copel Telecom Maringá Vôlei, que venceu por 25/21.

Bem no bloqueio, o time da casa abriu vantagem de três pontos logo no começo do quarto set: 6/3. No erro do adversário, a equipe paulista marcou 6/8. O Copel Telecom Maringá manteve os dois de vantagem em 11/9 e, com Alisson, o Ribeirão encostou em 10/11. Com Thomaz, o time paranaense marcou 14/12. No ace de Johan, 15/12. Pacheco pediu tempo. Thomaz pela saída de rede levou o Copel Telecom Maringá Vôlei a 17/14. O set seguiu bem disputado, com dois de vantagem para o time do Paraná em 19/17. No ace de Alisson, 18/19. O jogo voltou a ficar equilibrado em 20/21. Mas, com apoio da torcida, o Copel Telecom Maringá Vôlei fechou em 25/23.

Outros resultados deste sábado

No primeiro jogo do dia, o EMS Taubaté Funvic (SP) jogou na casa do adversário e venceu o São Judas Voleibol (SP) por 3 sets a 0, em equilibradas parciais de 27/25, 25/23 e, a última, 25/15. O líbero Thales foi escolhido pela comissão técnica do seu time como o melhor jogador da partida e foi premiado com o Troféu VivaVôlei. Apesar do resultado negativo do seu time, o oposto Alisson Bastos terminou o jogo como maior pontuador, ao marcar 13 vezes.

O Fiat/Minas (MG) também conseguiu bom resultado neste sábado ao bater o Vôlei UM Itapetininga (SP) por 3 sets a 0. Diante de sua torcida, a equipe dirigida pelo técnico Nery Tambeiro fez 25/22, 25/23 e 28/26 com destaque para o levantador Marlon, premiado com o Troféu VivaVôlei. Outros dois jogadores do time mineiro se destacaram ao saírem de quadra como maiores pontuadores: o oposto Davy e o central Flávio, que marcaram 14 pontos cada um.

O Sesi-SP jogou fora de casa, mas não enfrentou muita dificuldade para levar a melhor sobre o Corinthians-Guarulhos (SP). A equipe da Vila Leopoldina teve boa atuação e venceu o time corintiano por 3 a 0, com parciais de 25/16, 25/20 e 25/18. O oposto Alan apareceu bem ao longo da partida e foi escolhido pela comissão técnica como o melhor jogador em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei. Ele também foi o maior pontuador, com o total de 10 acertos.

Em Campinas (SP), um jogo extremamente equilibrado deu ao Vôlei Renata (SP) a vitória sobre o Sesc RJ. A equipe da casa venceu os dois primeiros sets, o time carioca venceu os outros dois e, no set decisivo, o Vôlei Renata fechou fazendo 28/26, 25/21, 23/25, 23/25 e 15/13. O oposto Dani foi o mais votado no site da CBV e levou para casa o Troféu VivaVôlei de melhor da partida. E, mesmo com o resultado negativo do seu time, o oposto Wallace foi quem mais pontuou no jogo, marcando 26 pontos.

Encerrando a noite, o Sada Cruzeiro (MG) levou a melhor sobre o Caramuru Vôlei (PR). Na casa do adversário, o atual campeão da Superliga Cimed venceu por 3 sets a 0 (25/23, 25/20 e 25/17). O experiente líbero Serginho foi escolhido pela comissão técnica do time mineiro como o melhor jogador da partida e, por isso, foi premiado com o Troféu VivaVôlei.

EQUIPES

COPEL TELECOM MARINGÁ VÔLEI - Rodrigo, Lucas Borges, Johan, Deivid, Hugo e Vinícius. Líbero – Mário Jr.

Entraram – Daniel, Daniel Muniz, Vini, Rômulo, Thomaz

Técnico: Alessandro Fadul

SÃO FRANCISCO SAÚDE/VÔLEI RIBEIRÃO - Jotinha, Alisson, Petrus, Brunão, Gabriel e Ricardo. Líbero – Fábio Paes

Entraram – Diego, Luizinho, Alemão, França

Técnico: Marcos Pacheco

SUPERLIGA CIMED MASCULINA 18/19

Quarta rodada do returno

02.02 (SÁBADO) – São Judas Voleibol (SP) 0 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 11h, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP) (25/27, 23/25 e 16/25)

02.02 (SÁBADO) – Fiat/Minas (MG) 3 x 0 Vôlei UM Itapetininga (SP), às 16h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/22, 25/23 e 28/26)

02.02 (SÁBADO) – Corinthians-Guarulhos (SP) 0 x 3 Sesi-SP, às 16h30, no ginásio Ponte Grande, em Guarulhos (SP) (16/25, 20/25 e 18/25)

02.02 (SÁBADO) – Vôlei Renata (SP) 3 x 2 Sesc RJ, às 18h, no Taquaral, em Campinas (SP) (28/26, 25/21, 23/25, 23/25 e 15/13)

02.02 (SÁBADO) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) 3 x 1 São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP), às 19h, no Chico Neto, em Maringá (PR) (29/27, 22/25, 25/21 e 25/23)

02.02 (SÁBADO) – Caramuru Vôlei (PR) 0 x 3 Sada Cruzeiro (MG), às 20h, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa (PR) (23/25, 20/25 e 17/25)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileir