Superliga 2019-2020
Você está em: Home > Notícias > Depois da Copa Brasil

Fiat/Minas vence na volta ao campeonato


Publicado em: 29/01/2019 17:39
O Fiat/Minas venceu o São Judas em casa (Créditos: Orlando Bento/MTC)

Vice-campeão da Copa Brasil no último domingo (27.01), o Fiat/Minas (MG) voltou a disputa da Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2019 nesta terça-feira (29.01) e retornou com vitória. A equipe dirigida pelo técnico Nery Tambeiro atuou em casa, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), e venceu o São Judas Voleibol (SP) por 3 sets a 1 (25/21, 25/17, 22/25 e 29/27) pela terceira rodada do returno.

Principal destaque na partida desta noite, o oposto Davy, do time mineiro, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, por isso, foi premiado com o Troféu VivaVôlei, de melhor jogador da partida.

“Um jogo difícil, como esse de hoje, já era esperado e sabíamos que essa seria uma partida de superação, assim como foi lá em Lages, na Copa Brasil, quando enfrentamos grandes equipes”, comentou o jovem oposto de 21 anos, citando a superação pelo desgaste da equipe que jogou cinco sets no sábado (26.01), a final no domingo (27.01), e viajou por muitas horas ontem.

“Foram 13h de viagem entre Lages e Belo Horizonte e, querendo ou não, o peso fica nas costas, mas viemos para esse jogo nesse espírito de superação e deu certo”, comentou Davy, que também foi o maior pontuador do jogo, com 23 acertos (sendo 17 de ataque, dois de saque e quatro de bloqueio).

Outro destaque da partida veio do banco de reservas. Alisson entrou ao longo do jogo e marcou 20 pontos. “O resultado foi um pouco de mérito deles, mas nós também entramos avoados, errando bastante saque, eles foram levando o set e não conseguimos manter o resultado. No terceiro melh0oramos o saque e o passe e, por isso, vencemos. No quarto, foi questão de detalhes”, ressaltou o oposto do São Judas Voleibol.

Na quarta rodada, o Fiat/Minas seguirá em casa, onde receberá o Vôlei UM Itapetininga (SP) no próximo sábado (02.02), às 16h. No mesmo dia, mas às 11h, o São Judas Voleibol irá jogar contra o EMS Taubaté Funvic (SP) no seu ginásio, o Baetão, em São Bernardo do Campo (SP).

E, ainda pela terceira rodada do returno, quatro jogos serão realizados nesta quarta-feira (30.01): Sesi-SP x Caramuru Vôlei (PR), Vôlei UM Itapetininga (SP) x São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP), Sesc RJ x Corinthians-Guarulhos (SP) e EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP).

O JOGO

O oposto Davy, do Fiat/Minas, fez o primeiro ponto do jogo. Bem no bloqueio e no ataque, os mineiros fizeram 6/4. O São Judas Voleibol cresceu de produção e virou o marcador (7/6). Neste momento, o treinador Nery Tambeiro pediu tempo. O Fiat/Minas passou a bloquear com eficiência e empatou a parcial (10/10). O oposto Szot conseguiu um ace e o time de São Bernardo voltou a abriu no marcador (12/10). Com Flávio, o Fiat/Minas encostou no placar em 16/17. No ace de Marlon, a equipe da casa assumiu o comando do marcador (19/18). No bloqueio de Davy, 23/19. E o Fiat/Minas fechou em 25/21.

O São Judas Voleibol saiu na frente, mas, com Honorato, o Fiat/Minas encostou em 4/5 No ponto de saque de Davy, a equipe mineira passou a frente em 6/5. Com Cledenilson duas vezes seguidas, 10/7. Quando Honorato marcou 14/8, Orlando Araújo pediu tempo. Na volta, ace de Marlon e 15/8. Com Cledenilson mais uma vez, o Fiat/Minas abriu 18/10 e o técnico adversário parou o jogo novamente. No ace de Dutra, o São Judas Voleibol marcou 14/19 e foi a vez de Nery pedir tempo. Na volta, mais um ponto de saque de Dutra e 15/19. Mas, o Fiat/Minas voltou a pontuar bem e encerrou o segundo set vencendo por 25/17.

Com Alisson pontuando no saque, o São Judas Voleibol chegou ao empate em 2/2. No bloqueio de Leitzke, a equipe paulista abriu dois de vantagem: 6/4. O Fiat/Minas reagiu e, com Davy, empatou: 6/6. Com Bob, o time da casa chegou a 10/9. Em boa passagem de Alisson pelo saque, e contando com erros do grupo mineiro, o São Judas Voleibol abriu 15/12. O time visitante se manteve na frente e abriu quatro em 19/15. Letzke marcou 20/16. Cledenilson pontuou e o Fiat/Minas diminuiu para 18/20. Mas, o São Judas Voleibol não deixou a vantagem escapar e venceu por 25/22.

Embalado, o São Judas Voleibol começou bem no quarto set e abriu 4/1. No erro do adversário, o Fiat/Minas encostou no placar: 4/5. Com Honorato, o time da casa empatou em 6/6 e, no bloqueio de Flávio, fez 7/6. Bem no bloqueio, a equipe paulista marcou 12/10. No ponto de saque de Bob, o Fiat/Minas empatou (12/12) e no erro do adversário assumiu o comando do placar no lance seguinte. Flávio bloqueou e o time mineiro marcou 16/13. O Fiat/Minas três de vantagem em 18/15. O São Judas buscou e, com Leitzke, empatou em 18/18. Novo empate em 21/21. A reta final do site ganhou em equilíbrio e emoção e esteve empatado em 26/26. O equilíbrio permaneceu e o Fiat/Minas fechou em 29/27.

EQUIPES:

MINAS TÊNIS CLUIBE – Marlon, Davy, Flávio, Pingo, Honorato e Bob Líbero – Maique

Entraram: Felipe Roque, Winck, Piá, Lucas

Técnico – Nery Tambeiro

SÃO JUDAS VOLEIBOL – Brasília, Szot, Leitzke, Dutra, William e Pedro. Líbero – Carrasco

Entraram – Alisson Bastos, Matoso, Gabriel, Matheus Almeida, Dente

Técnico – Orlando Araújo

SUPERLIGA CIMED MASCULINA 18/19

Terceira rodada do returno

29.01 (TERÇA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) 3 x 1 São Judas Voleibol (SP), às 17h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/21, 25/17, 22/25 e 29/27)

30.01 (QUARTA-FEIERA) – Sesi-SP x Caramuru Vôlei (PR), às 18h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – GLOBOESPORTE.COM

30.01 (QUARTA-FEIERA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP), às 20h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP)

30.01 (QUARTA-FEIERA) – Sesc RJ x Corinthians-Guarulhos (SP), às 20h, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) – CANAL VÔLEI BRASIL

30.01 (QUARTA-FEIERA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 21h30, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP) – SPORTV 2

31.01 (QUINTA-FEIERA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Sada Cruzeiro (MG), às 19h30, no Chico Neto, em Maringá (PR)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro