Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > De virada

Vôlei UM Itapetininga conta com apoio da torcida e vence o EMS Taubaté Funvic


Publicado em: 19/12/2018 18:30
Em casa, Vôlei UM Itapetininga levou a melhor sobre o EMS Taubaté Funvic (Créditos: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic)

Vôlei UM Itapetininga (SP) e EMS Taubaté Funvic (SP) se enfrentaram nesta quarta-feira (19.12) em jogo atrasado pela sexta rodada do turno da Superliga Cimed masculina de vôlei 18/19. As equipes fizeram um bom duelo no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP), e, no final, melhor para o time da casa, que, de virada, venceu por 3 sets a 1, com parciais de 22/25, 25/21, 25/21 e 25/19.

O levantador Rodriguinho se destacou, fez uma boa distribuição e ainda foi o responsável pelo ponto da vitória em uma bola de segunda. O jogador, que fez sua estreia pelo time do interior de São Paulo no dia 10 de novembro, foi, então, o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, por isso, eleito o melhor da partida.

Após ser premiado com o Troféu VivaVôlei, o experiente jogador comentou sobre a boa atuação do seu time. “Vitória excelente, muito importante para a nossa classificação. Temos mais um jogo no sábado e vamos com tudo para cima do Vôlei Renata para buscar melhorar nossa posição. Jogamos bem, conseguimos neutralizar o ataque deles, que é muito forte, e sacamos bem, o que facilitou nosso bloqueio e contra-ataque”, disse Rodriguinho.

O levantador do Vôlei UM Itapetininga ainda destacou a força do grupo. “A equipe toda está de parabéns. O Pedro é o titular do time e hoje o Magoo optou por me colocar para jogar para eu ganhar mais ritmo nesse jogo. O Pedro é excelente e estou aqui para agregar. O grupo é isso. Um entrando no lugar do outro para melhorar sempre”, complementou Rodriguinho.

O técnico do time vencedor, Magoo, também comemorou o resultado positivo conquistado nesta quarta-feira. “Hoje fomos muito bem, contra uma das equipes favoritas ao título. Sacamos bem e o jogo pede isso. Fomos felizes, conseguindo colocar em prática o que havíamos estudo para jogar contra eles”, ressaltou o comandante do Vôlei UM Itapetininga.

Pelo lado do EMS Taubaté Funvic, o ponteiro Douglas – maior pontuador do jogo ao lado do oposto do Vôlei UM, Sanchez, com 18 acertos cada um – comentou sobre as falhas do seu time nesta noite.

“Faltou colocar o nosso rito dentro de quadra. Ficamos esperando o que eles estavam fazendo e esse foi o nosso maior erro. Agora temos que focar, tentar descansar amanhã para jogar na sexta em Maringá, que vai ser mais uma pedreira também”, concluiu Douglas.

O Vôlei UM Itapetininga volta a jogar pela Superliga Cimed no próximo sábado (22.12) na última rodada de 2018. O time do técnico Magoo irá a Campinas (SP) enfrentar o Vôlei Renata (SP) às 17h com transmissão da TV Gazeta. Já o EMS Taubaté Funvic irá ao Paraná enfrentar o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) no mesmo dia, às 18h30, com transmissão ao vivo do Canal Vôlei Brasil (http://canalvoleibrasil.cbv.com.br).  

O JOGO

O time da casa abriu o placar da partida e o início do set teve equilíbrio com o empate em 4/4 e depois em 6/6. O EMS Taubaté Funvic abriu vantagem em 10/7 com ponto de saque de Lucão. A equipe visitante aumentou a vantagem em 13/9. Em boa sequência de Ademar no saque, o Vôlei UM Itapetininga encostou no placar em 13/14. No ace de Robinho, o grupo do Vale do Paraíba voltou a ter vantagem (16/13). A diferença no placar seguiu em três pontos em 19/16. O Vôlei UM Itapetininga voltou a encostar no placar (18/19) e Castellani pediu tempo. A reta final do set seguiu bem disputada, com a vantagem de um ponto para a equipe de Taubaté em 22/21. A partir desse momento, o EMS Taubaté Funvic dominou e fechou em 25/22.

Em boa passagem de Raphael pelo saque, o EMS Taubaté Funvic abiu 4/1 no começo da segunda parcial. O Vôlei UM Itapetininga reagiu e encostou no placar em 5/6. No ace de Vissotto, os visitantes voltaram a abrir vantagem: 8/5. Quando a diferença foi a cinco pontos a favor do adversário (11/6), o técnico do Vôlei UM Itapetininga, Magoo, pediu tempo. O grupo de Taubaté abriu boa vantagem em 14/8 e os donos da casa reduziram para 11/14. Com Mineiro explorando o bloqueio adversário, depois de grande levantamento de Rodriguinho, o Vôlei UM fez 14/17. Quando o adversário fez 16/18, Castellani parou o jogo. O Vôlei UM Itapetininga encostou no placar em 18/19. O set ficou igual em 21/21. O técnico argentino pediu mais um tempo. Depois de bom saque de Rodriguinho, Ademar pontuou. o time da casa chegou a 23/21 e fechou em 25/21.

Embalado pela vitória no set anterior e com grande passagem de Ademar pelo saque, o time da casa abriu 4/0 no começo da terceira parcial, forçando Daniel Castellani a pedir tempo. No ace de Mineiro, o Vôlei UM Itapetininga marcou 8/3. Lucarelli havia entrado em quadra há pouco e, no ponto de saque do ponteiro, o EMS Taubaté Funvic fez 7/10. Magoo pediu tempo. Ainda com Lucarelli no saque, o time visitante encostou no marcador em 9/10. O time de Itapetininga teve quatro de vantagem em 17/13 e forçou Castellani a pedir tempo. Sanchez pontuou e fez 20/16. Bem no bloqueio, o Vôlei UM fez 21/17. Taubaté reduziu a diferença no marcador para dois pontos (19/21) e foi a vez de Magoo parar o jogo. No final, vitória do time da casa por 25/21.

Os dois times estiveram empatados em 2/2 e, no bloqueio de Renan, o EMS Taubaté Funvic fez 3/2. Com dois bloqueios seguidos, o Vôlei UM Itapetininga abriu três de vantagem em 7/4. Daniel Castellani pediu tempo. No ace de Mineiro, o time da casa fez 13/8. No bloqueio, a equipe de Itapetininga marcou 16/10. Superior na parcial, a diferença no placar a favor do Vôlei UM chegou a nove pontos em 20/11. E, na bola de segunda do levantador Rodriguinho, o Vôlei UM Itapetininga fechou em 25/19.

EQUIPES

VÔLEI UM ITAPETININGA – Rodriguinho, Sanchez, Wennder, Jarman, Mineiro e Ademar. Líbero – Filipe

Entraram – Guiga, Baesso, Pedro, Daniel Martins, Victor

Técnico: Fabiano Ribeiro (Magoo)

EMS TAUBATÉ FUNVIC – Raphael, Vissotto, Lucão, Robinho, Conte e Douglas. Líbero – Thales

Entraram – Uriarte, Abouba, Fabiano, Lucarelli, Renan

Técnico: Daniel Castellani

SUPERLIGA CIMED MASCULINA 18/19

Sexta rodada do turno

24.10 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) 3 x 0 Sada Cruzeiro (MG), às 19h30, no Taquaral, em Campinas (SP) (25/20, 25/18 e 25/21)

24.11 (SÁBADO) – São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) 3 x 2 Corinthians-Guarulhos (SP), às 17h, no ginásio Cava do Bosque, em Ribeirão Preto (SP) (25/21, 25/23, 21/25, 17/25 e 15/11)

24.11 (SÁBADO) – Vôlei UM Itapetininga (SP) 3 x 1 ESM Taubaté Funvic (SP), às 18h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP) (22/25, 25/21, 25/21 e 25/19)

24.11 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 São Judas Voleibol (SP), às 18h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/21, 25/17 e 25/17)

24.11 (SÁBADO) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) 3 x 1 Caramuru Vôlei (PR), às 18h, no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR) (21/25, 25/20, 25/21 e 25/22)

24.11 (SÁBADO) – Sesc RJ 3 x 1 Fiat/Minas (MG), às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (16/25, 25/19, 25/23 e 25/22)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro