Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > Super Superliga

Homenagens e transmissões movimentam a edição de 25 anos


Publicado em: 30/10/2018 11:25
A primeira ação da série de homenagens preparada pela CBV foi ao narrador do SporTV, Sérgio Maurício (Créditos: Wander Roberto/Cimed)

A edição de 25 anos da Superliga Cimed de vôlei já começou movimentando o cenário da modalidade. Na primeira partida realizada, no dia 24 de outubro, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) realizou a primeira de uma série de 25 homenagens a profissionais de diferentes áreas envolvidas com o voleibol. E a edição especial ainda contará com uma ampla cobertura, com a transmissão de duas emissoras de televisão (SporTV e TV Gazeta) e duas plataformas via internet (Canal Vôlei Brasil e Globoesporte.com).

As homenagens tiveram início no jogo de abertura da Superliga Cimed 18/19, entre Vôlei Renata (SP) e Sada Cruzeiro (MG). Na ocasião, o superintendente de Competições de Quadra da CBV, Renato D´Ávila, esteve em Campinas (SP) para fazer a entrega da placa em homenagem ao narrador do SporTV, Sérgio Maurício, que trabalhou em todas as edições do campeonato.

“Foi muito surpreendente, fiquei muito feliz e orgulhoso de receber essa homenagem da Confederação Brasileira. Eu amo voleibol, pratiquei quando era criança, fui vice-campeão carioca e é um esporte, de todos os que eu narro, dos mais especiais para mim. Estou muito feliz com essa homenagem que a CBV me prestou e espero narrar essa Superliga sempre de forma positiva e que seja uma das melhores nessa importante marca de 25 anos”, declarou Sérgio Maurício.

A próxima acontecerá no sábado (03.11), na partida entre Sesc RJ e Caramuru Vôlei (PR), quando a CBV irá prestar homenagem a José Roberto Perillier, superintendente da primeira edição da Superliga. Após a surpresa na primeira ação, as demais serão com conhecimento do homenageado, já que o mesmo deverá se dirigir ao ginásio – enquanto Sérgio Maurício já estava em Campinas para a transmissão.

“A Liga Nacional foi criada em 89/90 em substituição ao Campeonato Brasileiro de Clubes. Quatro anos depois, ela se tornou a Superliga, a qual comemoramos agora 25 anos. É uma grande satisfação poder ter criado uma competição hoje em dia consolidada, que abriu um tremendo mercado de trabalho para os profissionais que militam no voleibol. Hoje temos um campeonato extremamente bem organizado e gostaria de agradecer essa homenagem que a CBV está me fazendo depois de tanto tempo. Saí de lá em 95 depois de 15 anos”, disse Peri.

Profissionais da área técnica, médica, de gestão, além, claro, dos atletas – todos com contribuição conferidas no decorrer da história do campeonato – serão homenageados ao longo destas 25 semanas.

Outra novidade da edição 18/19 é a variedade nas transmissões. A Superliga Cimed masculina e feminina de vôlei temporada 2018/2019 conta com jogos exibidos pelo SporTV, pela TV Gazeta, a partir do mês de dezembro, e ainda chega ao mundo digital em definitivo, oferecendo ao torcedor duas plataformas digitais: Globoesporte.com e Canal Vôlei Brasil.

“Não medimos esforços para levar o voleibol ao máximo de pessoas possível. Esse ano estaremos com duas emissoras de TV e duas ferramentas via internet para que os torcedores da nossa modalidade consigam acompanhar a Superliga Cimed da melhor maneira possível. Nossa meta é cobrir 100% do campeonato”, disse Renato D’Avila.

Na primeira rodada realizada, a Superliga Cimed masculina apresentou vitórias do Sada Cruzeiro (MG) sobre o Vôlei UM Itapetininga (SP), do Sesi-SP sobre o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP), do Sesc RJ sobre o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), EMS Taubaté Funvic (SP) sobre o Caramuru Vôlei (PR), Vôlei Renata (SP) sobre o São Judas Voleibol (SP), e Fiat/Minas em cima do Corinthians-Guarulhos (SP). Destes seis, três foram transmitidos.

As próximas partidas serão na quinta-feira (01.11) entre EMS Taubaté Funvic e Corinthians-Guarulhos, com transmissão ao vivo do Canal Vôlei Brasil, e entre Sesi-SP e Copel Telecom Maringá Vôlei.

SONORAS – Sérgio Maurício e José Roberto Perillier

http://2018.cbv.com.br/sonoras/1

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro