Sesc RJ vence Dentil/Praia Clube e larga na frente na decisão

Publicado em: 15/04/2018 14:59
Vibração carioca na vitória contra o Dentil/Praia Clube (Créditos: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV )

Diante de 5.332 pessoas, o Sesc RJ começou com vitória na decisão da Superliga Cimed feminina de vôlei 17/18. Neste domingo (15.04), a equipe carioca venceu o primeiro jogo da final contra o Dentil/Praia Clube (MG) por 3 sets a 1 (26/24, 25/19, 22/25 e 25/17), na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (RJ). O time do treinador Bernardinho é o atual campeão e luta pelo 13º título.

As duas equipes voltarão à quadra para a segunda e decisiva partida da final no próximo domingo (22.04), às 9h10, no ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia (MG). A TV Globo e o SporTV transmitirão ao vivo. Em caso de vitória do time mineiro, a decisão irá para o super set, que será disputado logo após a partida.

A ponteira Drussyla brilhou no confronto, fez 18 pontos, foi eleita a melhor em quadra em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei Cimed. Ao final do duelo, a atacante comentou sobre o resultado e elogiou a atuação do grupo carioca.

“Procuro aprender bastante com as jogadoras mais experientes e toda a comissão técnica do Sesc RJ. Queria ajudar a equipe da melhor forma e só ganhei esse troféu porque todo o grupo fez uma boa partida. Ainda temos mais um jogo decisivo na próxima semana e não tem nada decidido. Temos que nos preparar ainda melhor para o duelo em Uberlândia”, disse Drussyla.

A ponteira Gabi, do Sesc RJ, e a oposta Fawcett, do Dentil/Praia Clube, foram as maiores pontuadoras do confronto, com 20 pontos cada.

O central Juciely, do Sesc RJ, parabenizou o time carioca pela vitória, mas lembrou que a final será decidida no próximo domingo.  

“Sabemos que ainda não tem nada decidido nessa série. O Dentil/Praia Clube vai jogar em casa na próxima semana e elas também querem o título da Superliga Cimed. Por isso, precisamos treinar ainda mais para buscar essa vitória em Uberlândia. A série ainda está aberta e vamos com tudo para a partida do próximo domingo”, afirmou Juciely.

Pelo lado do Dentil/Praia Clube, o treinador Paulo Coco lamentou a derrota, mas mostrou confiança em um bom desempenho em casa.

“O Sesc RJ deu um passo importante e essa vitória é significativa, mas ainda temos um jogo em casa na próxima semana. Conseguimos dar a volta por cima em algumas ocasiões nessa Superliga e vamos tentar repetir isso em Uberlândia. O volume de jogo do time carioca e o menor número de erros deles foram determinantes. Temos que igualar esse volume, além de buscarmos mais consistência”, explicou Paulo Coco.

O Sesc RJ, atual campeão, luta pelo 13º título da competição, enquanto o Dentil/Praia Clube busca um título inédito na sua história.

O JOGO

O Dentil/Praia Clube começou melhor e abriu quatro pontos (8/4). O Sesc RJ cresceu de produção e encostou no marcador (13/12). Neste momento, o treinador Paulo Coco parou o jogo. Com dois pontos de saque da ponteira Drussyla, o Sesc RJ virou o marcador (15/14). O volume de jogo das cariocas apareceu e as donas da casa abriram dois pontos (19/17). As mineiras cresceram de produção, empataram (21/21) e foi a vez do técnico Bernardinho parar o jogo. Com um ponto de bloqueio, as cariocas fecharam o primeiro set por 26/24.

O Sesc RJ fez os três primeiros pontos do segundo set. Quando as cariocas fizeram 6/2, o treinador Paulo Coco parou o jogo. Bem no saque e no bloqueio, a equipe do treinador Bernardinho aumentou a vantagem no placar para oito pontos (12/4). Neste momento, o treinador Paulo Coco voltou a parar o jogo. Mesmo com paralisação, o time carioca seguiu ditando o ritmo da parcial e manteve oito pontos de vantagem (16/8). As mineiras fizeram três pontos seguidos e foi a vez do técnico Bernardinho parar o jogo (17/12). O Sesc RJ segurou a vantagem no final da parcial e venceu o segundo set por 25/19.

O terceiro set começou equilibrado. Bem no bloqueio, o time mineiro abriu três pontos (6/3). Neste momento, o técnico Bernardinho parou o jogo. Numa boa sequência de saques da levantadora Roberta, o time carioca encostou (9/7). O saque das cariocas voltou a funcionar e o Sesc RJ empatou (10/10). A parcial ficou disputada ponto a ponto. Bem no bloqueio, as mineiras abriram dois pontos (16/14). O Dentil/Praia Clube foi melhor no final do terceiro set e fechou a parcial por 25/22.

A quarta parcial começou equilibrada (5/5). Com um ponto de saque da central Fabiana, as mineiras fizeram 6/5. Bem no bloqueio, o Sesc RJ assumiu a liderança no marcador (9/8). A parcial ficou disputada ponto a ponto. Com um ponto de bloqueio, as cariocas abriram dois pontos (13/11) e o treinador Paulo Coco pediu tempo. O Sesc RJ dominou a parte final da parcial e venceu o set por 25/17 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES:

Sesc RJ – Roberta, Monique, Gabi, Drussyla, Mayhara e Juciely. Líbero – Fabi 
Entrou – Carol Leite, 
Técnico – Bernardinho

Dentil/Praia Clube – Claudinha, Fawcett, Amanda, Fernanda Garay, Fabiana e Walewska. Líbero – Suelen 
Entraram – Natasha, Ananda, Ellen e Carla  
Técnico – Paulo Coco

Final

Jogo 1

15.04 (DOMINGO) – Sesc RJ 3 x 1 Dentil/Praia Clube (MG), às 10h, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro (RJ) – TV Globo e SporTV (26/24, 25/19, 22/25 e 25/17)

Jogo 2 (Super Set, se necessário)

22.04 (DOMINGO) – Dentil/Praia Clube (MG) x Sesc RJ, às 9h10, no Sabiazinho, em Uberlândia (MG) – TV Globo e SporTV

GALERIA DE FOTOS:

http://superliga.cbv.com.br/galeria/2029/rio-de-janeiro-rj---15.04.2018---final-superliga-cimed-feminina-

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro