Vôlei Nestlé recebe o Hinode Barueri pelas quartas de final

Publicado em: 10/03/2018 11:35
A ponteira Mari Paraíba no passe (Créditos: Divulgação)

Vôlei Nestlé (SP) e Hinode Barueri (SP) iniciam neste domingo (11.03) a disputa pelas quartas de final da Superliga Cimed feminina de vôlei 2017/2018. As equipes se enfrentam às 10h30, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), em uma reedição do Campeonato Paulista, quando o time do Nestlé ficou com o título. O primeiro duelo da nova fase da competição terá transmissão ao vivo do SporTV.

Esta é a série que promete maior equilíbrio. Os times mais próximos na tabela no fim da fase classificatória têm, na teoria, a chance de fazer jogos mais disputados. Assim, Vôlei Nestlé, quarto colocado na primeira etapa da competição, e Hinode Barueri, quinto, esperam por dificuldades nesta fase.

Jogando em casa, a ponteira Mari Paraíba aposta na coragem do seu time. “Esse time não desiste. Às vezes as pessoas podem pensar que estamos um pouco apagadas, mas este é um grupo mais quieto, porém muito corajoso na hora decisiva”, analisou a ponteira, lembrando que a equipe venceu os dois títulos que disputou na temporada, o Paulista e a Copa Brasil.

“Agora estamos no momento mais importante do campeonato. E é entrar para ganhar, pois é mata-mata. Fizemos um campeonato irregular, mas, nas horas decisivas, nosso time sempre cresceu. Assim, é jogar confiante e focado. Acho esse confronto praticamente uma final de Superliga e vai ser decidido nos detalhes”, complementou Mari.

Do lado do Hinode Barueri, a experiente ponteira Erika elogiou o adversário dessas quartas de final, destacando alguns nomes do grupo do Vôlei Nestlé.

“O Vôlei Nestlé é um dos times mais tradicionais do vôlei brasileiro. Elas são muito fortes, e além da Tandara, uma oposta muito forte, têm também duas levantadoras de nível olímpico. Ou seja, o time que ataca muito bem”, disse Erika Coimbra, capitã do Hinode Barueri, que ainda lembrou o retrospecto das equipes.

“Jogamos diversas vezes na temporada, então são duas equipes que se conhecem bem. Por isso precisamos treinar e estudar muito, para entregarmos aquele ‘algo a mais’ que pode fazer toda a diferença em um confronto equilibrado”, complementou.

Em relação ao retrospecto nesta temporada, o resultado é favorável ao Vôlei Nestlé. Foram seis confrontos na temporada 2017/2018, e o time de Osasco venceu quatro, inclusive na conquista do hexacampeonato estadual. Na Superliga Cimed, foram dois resultados positivos, ambos por 3 sets a 1.

Já nas quartas de final da competição, o Dentil/Praia Clube (MG) e o Sesc RJ saíram na frente – ambos fora de casa. A equipe de Uberlândia (MG) esteve em Bauru e venceu o Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 1, e, em uma partida extremamente disputada, o time carioca venceu o Pinheiros (SP) por 3 sets a 2.

SUPERLIGA CIMED FEMININA 2017/2018

Quartas de final

Primeira rodada

09.03 (SEXTA-FEIRA) – Vôlei Bauru (SP) 1 x 3 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP) (25/27, 25/21, 15/25 e 20/25)

09.03 (SEXTA-FEIRA) – Pinheiros (SP) 2 x 3 Sesc RJ, às 21h30, no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (19/25, 25/21, 18/25, 25/22 e 18/20)

10.03 (SÁBADO) – Fluminense (RJ) x Camponesa/Minas (MG), às 10h30, na Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) – SPORTV

11.03 (DOMINGO) – Vôlei Nestlé (SP) x Hinode Barueri (SP), às 10h30, no José Liberatti, em Osasco (SP) – SPORTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro