Superliga Cimed 2018-2019
Você está em: Home > Notícias > Vitória paulista

Em encontro de campeões, Sesi-SP supera Sesc RJ


Publicado em: 16/12/2017 21:08
Sesi-SP conseguiu bom resultado sobre o Sesc RJ (Créditos: Helcio Nagamine/Fiesp)

O jogo marcava o encontro de seis campeões olímpicos. No final, melhor para o time que conta com quatro deles. Neste sábado (16.12), o Sesi-SP, de William, Lucão, Lipe e Douglas, derrotou o Sesc RJ de Maurício Souza e Maurício Borges por 3 sets a 1 (25/17, 25/20, 16/25 e 25/18), no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). O confronto foi válido pela décima primeira e última rodada da Superliga masculina de vôlei 2017/2018.

Com o resultado, o Sesc RJ se manteve na segunda posição da tabela de classificação da Superliga, com 28 pontos. O Sesi-SP também seguiu na quarta colocação, porém subiu de 21 para 24 pontos.

O ponteiro Lipe teve atuação destacada e agradou a torcida. Mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), com 19.5%% dos votos, o jogador recebeu o Troféu VivaVôlei CIMED de melhor jogador da partida.

“Estou muito feliz pelo crescimento do time. Começamos o campeonato, fomos evoluindo e acreditamos muito nisso que juntos vamos evoluindo. Os últimos três jogos foram em uma crescente muito bacana e estou feliz por terminar o turno com uma vitória sobre um time tão forte como o Sesc RJ. Todos estão de parabéns”, disse Lipe.

Estreante na temporada em uma nova função, o líbero Murilo falou sobre a emoção da sua primeira partida após o período de oito meses fora das quadras devido a um exame de doping com resultado positivo.

“Ainda não é o ideal, é o primeiro jogo, não fiz nenhuma amistoso, e entrei em uma fogueira contra o Sesc RJ, que vem muito bem na Superliga, contra um amigo, que é o Giovane. Foi um período muito difícil, a mudança de posição é complicada, mas este é um momento muito especial. Agradeço a todos e tudo torna o meu dia muito especial”, afirmou Murilo.

Do lado do Sesc RJ, o oposto Renan comentou sobre o resultado. “Sabíamos que ia ser um jogo bem difícil. Eles têm atletas muito experientes e hoje não conseguimos fazer quase nada do que foi combinado antes do jogo. Nosso saque só entrou no set que vencemos e fora isso erramos muito. Eles foram superiores”, concluiu Renan.

O Sesi-SP volta a jogar na próxima quinta-feira (21.12) novamente em casa onde receberá o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) em partida valendo já pela primeira rodada do returno. O Sesc RJ irá ao Vale do Paraíba encarar o EMS Taubaté Funvic (SP) neste mesmo dia, com transmissão do SporTV.

A décima primeira rodada do turno teve início com a vitória do EMS Taubaté Funvic (SP) sobre o Sada Cruzeiro (MG) em jogo antecipado devido a participação do time mineiro no Mundial de Clubes. E na noite de ontem (14.12), o Vôlei Renata (SP) venceu o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), o Corinthians-Guarulhos (SP) levou a melhor sobre o JF Vôlei (MG), e o Minas Tênis Clube (MG) bateu o Lebes Canoas (RS).

O JOGO

O confronto já começou com uma bola bastante disputada e, no ataque para fora do Sesc RJ, a equipe da casa abriu o placar. O jogo teve um início equilibrado, com as equipes trocando pontos. Com Alan, o Sesi-SP marcou 3/2. O Sesc RJ virou o set em 6/5. Com Alan, o time da casa reassumiu o comando do marcador e colocou dois de vantagem (8/6). Novamente com o oposto, o Sesi-SP chegou a 11/8. Quando o placar foi a 12/8, Giovane pediu tempo. Na volta, ponto de saque de Lipe (13/8). João Rafael cortou em um ponto a diferença: 12/16. Lipe, em um forte ataque, fez 18/13 para o Sesi-SP. O placar foi a 20/14 e Giovane pediu tempo novamente. Os donos da casa ainda chegaram a 23/14. Com folga no placar, o Sesi-SP fechou em 25/17.

Com Maurício Borges pontuando, o Sesc RJ fez 2/1 no início do segundo set. O time carioca seguiu no comando do placar até Lucão colocar o Sesi-SP em vantagem: 8/7. Com Lipe pela entrada de rede, 11/8. Contando com erros do Sesc RJ, os donos da casa ainda chegaram a 13/9. Bem no saque e com Lipe pontuando bem, o Sesi-SP não enfrentou dificuldades para fazer 15/11. O Sesc RJ reagiu e no bom saque de Tiago Barth encostou em 15/16. Rubinho pediu tempo. Na volta da parada, Renan bloqueou e empatou o set. Com Lipe, o time paulista voltoi a comandar o placar em 19/17. Na bola de segunda de Thiaguinho, 19/21. O Sesi-SP seguiu melhor e, contando com erros do adversário, fechou o segundo set em 25/20.

O Sesc RJ abriu a terceira parcial com ponto de bloqueio de João Rafael. Com outro ponto neste fundamento, desta vez com Maurício Souza, 2/0. No ponto de Renan, a equipe carioca abriu 4/1. Melhor em relação aos sets anteriores, o Sesc RJ abriu vantagem em 7/3. Com Tiago Barth bem no saque, o time visitante chegou a 12/6. Maurício Souza pontuou e o Sesc RJ fez 16/9. O placar ainda foi a 17/9 e Rubinho pediu tempo. A diferença foi a 10 pontos em 19/9. Maurício Borges marcou 21/12. O Sesc RJ seguiu melhor e vencei a terceira parcial por 25/16.

O Sesi-SP abriu dois de vantagem em 4/2. A equipe da casa manteve os dois de vantagem em 8/6. Quando o time paulista chegou a 10/7, o técnico do Sesc RJ, Giovane, pediu tempo. Com João Rafael na diaginal, o time carioca reduziu a desvantagem em 9/11. Maurício Borges pontuou e o Sesc RJ encostou em 13/14. No erro do adversário, o Sesi-SP chegou a 18/15. No bloqueio simples de Douglas, 19/15 e pedido de tempo de Giovane. Com mais um bloqueio de Douglas, 20/16. O Sesi-SP ainda fez 22/15. No final, 25/18.

EQUIPES

SESI-SP – William, Alan, Gustavão, Lucão, Douglas Souza e Lipe. Líbero – Murilo

Entraram – Franco, Evandro, Vaccari, Renato

Técnico: Rubinho

SESC RJ – Thiaguinho, Renan, Tiago Barth, Maurício Souza, João Rafael e Maurício Borges. Líbero – Tiago Brendle

Entraram – Everaldo, Levim Japa, Juninho

Técnico: Giovane Gávio

SUPERLIGA MASCULINA 17/18

Décima primeira rodada do turno

01.11 (QUARTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 2 Sada Cruzeiro (MG), às 19h, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP)

14.12 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) 3 x 0 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h30, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) (29/27, 25/20 e 25/16)

14.12 (QUINTA-FEIRA) – JF Vôlei (MG) 0 x 3 Corinthians-Guarulhos (SP), às 21h45, na UFJF, em Juiz de Fora (MG) (16/25, 23/25 e 22/25)

15.12 (SEXTA-FEIRA) – Montes Claros Vôlei (MG) 0 x 3 Ponta Grossa Caramuru (PR), às 21h45, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG) (27/29, 23/25 e 16/25)

16.12 (SÁBADO) – Minas Tênis Clube (MG) 3 x 0 Lebes Canoas (RS), às 15h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/20, 25/21 e 25/15)

16.12 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 1 Sesc RJ, às 20h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/17, 25/20, 16/25 e 25/18)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro