Sesc RJ vira o jogo e vence o Vôlei Renata

Publicado em: 07/12/2017 23:58
O ponteiro João Rafael foi o maior pontuador do Sesc RJ e ainda faturou o VivaVôlei CIMED (Créditos: Luciano Belford)

O Sesc RJ jogou em casa e, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ), venceu o Vôlei Renata (SP) pela décima rodada do turno da Superliga masculina de vôlei 2017/2018. Na noite desta quinta-feira (07.12), a equipe carioca perdeu o primeiro set, mas virou o jogo e conseguiu o resultado positivo por 3 sets a 1, com parciais de 13/25, 25/23, 25/23 e 25/23. 

O ponteiro João Rafael foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e, por isso, foi eleito o melhor atleta do jogo e premiado com o Troféu VivaVôlei CIMED. Voltando de cerca de um mês parado devido a uma lesão na panturrilha, o atacante elogiou a atuação da equipe carioca nesta noite e comemorou a vitória.

“No finalzinho do jogo bateu o cansaço, mas a equipe ajudou bastante e a motivação de estar de volta as quadras me levou até o final do jogo. Estou satisfeito. Ter ajudado a equipe em momentos difíceis, pois tivemos um jogo complicado hoje, foi muito bom”, afirmou João Rafael, maior pontuador do time carioca, com 17 pontos.

Quem mais pontuou na partida foi o oposto do Vôlei Renata, Leandro Vissotto, que marcou 28 vezes. Após a partida, o experiente jogador elogiou o seu time, mas lamentou pelo resultado do jogo desta quinta-feira.

“Nosso time trabalha duro, tem um caráter legal, é um grupo bacana, mas sabemos que temos algumas limitações. Por isso, temos que jogar sempre no limite, fazendo o nosso melhor e um espaço qualquer que damos complica. Quanto mais contra um time de qualidade como o Sesc RJ, que tem bastante volume, com campeões olímpicos, jogadores de seleção, não pode dar vacilo. Mas o time está de parabéns. Lutamos e jogamos bem”, disse Vissotto.

Na próxima rodada, a 11ª e última rodada da fase classificatória, o Sesc RJ estará em São Paulo (SP) para o duelo contra o Sesi-SP. A partida será no sábado (16.12), com transmissão ao vivo do canal SporTV. O Vôlei Renata voltará a jogar em casa, onde receberá a equipe do Montes Claros Vôlei (MG) na quinta-feira (14.12), também com transmissão do SporTV. 

A décima rodada teve início ainda em outubro em um jogo adiantado do Sada Cruzeiro (MG), que antecipou partidas devido a participação no Campeonato Mundial de Clubes, que será neste mês de dezembro. Na ocasião, o time mineiro venceu o Sesi-SP por 3 sets a 1.

O JOGO

Vini abriu o placar do jogo para o Vôlei Renata. Renan respondeu para o Sesc RJ. A equipe campineira abriu 4/2 logo no começo da partida. Com Vissotto pontuando bem, o time do Vôlei Renata marcou 9/5. Quando o placar foi a 11/6, Giovane pediu tempo. Depois de bom saque de VIssotto, 13/7. Com Vini, o grupo campineiro colocou sete de vantagem em 17/10. A diferença chegou a 10 pontos em 21/11 e Giovane pediu mais um tempo. Mas, o Vôlei Renata seguiu melhor e venceu o primeiro set por 25/13.

Maurício Borges abriu o placar da segunda parcial. Com bom saque de Rodriguinho, o Vôlei Renata marcou 3/1. Com João Rafael, o Sesc RJ chegou ao ponto de empate em 4/4 e, no bloqueio de Maurício Souza, virou para 5/4. Com Maurício Souza, 8/7. O time carioca seguiu no comando do marcador e quanto fez 11/8, Horácio Dileo pediu tempo. No bloqueio de Vini, o time campineiro encostou no placar em 10/11. Com Maurício Borges, o Sesc RJ marcou 16/13. Vissotto colocou o Vôlei Renata encostado no placar de novo em 18/19. No bloqueio, o time carioca chegou a 22/19 e o time visitante parou o jogo. No ponto de saque de Vissotto, o Vôlei Renata fez 23/24 e o adversário pediu tempo. Na volta, no bloqueio, o Sesc RJ fechou em 25/23.

O terceiro set começou com o placar equilibrado, com as equipes empatando em 2/2 e depois em 4/4. No ace de Júnior, o Vôlei Renata fez 6/4. Quando marcou 8/5, Giovane pediu tempo. Depois de bom saque de Maurício Borges, Renan pontuou e o Sesc RJ encostou em 8/9. Com João Rafael, a equipe carioca chegou ao ponto de empate: 12/12. No ace de João Rafael, 14/13. Horacio Dileo pediu tempo. Na volta, o ponteiro conseguiu mais dois pontos consecutivos de saque. No bloqueio individual de Tiago Barth, o Sesc RJ chegou a 20/17. O Vôlei Renata voltou a encostar no placar: 20/21. No final, o time do Rio de Janeiro fechou a parcial em 25/23.

O Vôlei Renata começou bem e, em boa passagem de Rodriguinho pelo saque, abriu 3/1. No ponto de saque de Maurício Souza, o Sesc RJ empatou em 3/3. No ace de Maurício Borges, a equipe da casa marcou 7/5. Depois de levantamento de Rodriguinho com o pé, Vissotto pontuou e o Vôlei Renata empatou: 7/7. Quando o Sesc RJ abriu 13/10, o técnico do time campineiro pediu tempo. João Rafael marcou 14/11. O Vôlei Renata buscou e encostou no marcador em 15/16. O Sesc RJ abriu 20/17 e o time de Campinas voltou a aproximar, fazendo 19/20. O placar ficou igual em 22/22. No ponto de saque de Maurício Borges, 24/22. No final, 25/23.

EQUIPES

SESC RJ – Thiaguinho, Renan, Maurício Souza, Tiago Barth, João Rafael e Maurício Borges. Líbero – Alexandre
Entraram – PV, Everaldo, Juninho
Técnico: Giovane Gávio

VÔLEI RENATA – Rodriguinho, Vissotto, Vini, Salsa, Diogo e Tiago Mão. Líbero – Facundo
Entraram – Renan, Júnior, Krauchuk
Técnico: Horacio Dileo

SUPERLIGA MASCULINA 17/18

Décima rodada do turno

26.10 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 1 Sesi-SP, às 19h30, no Ginásio Riacho, em Contagem (MG) (26/24, 25/23, 21/25 e 25/21)
06.12 (QUARTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá (PR) 0 x 3 Montes Claros Vôlei (MG), às 19h30, no ginásio Chico Neto, em Maringa (PR) (23/25, 19/25 e 23/25)
07.12 (QUINTA-FEIRA) – Lebes Canoas (RS) 3 x 1 JF Vôlei (MG), às 19h30, no ginásio La Salle, em Canoas (RS) – (25/17, 25/20,25/27 e 25/23)
07.12 (QUINTA-FEIRA) – Sesc RJ 3 x 1 Vôlei Renata (SP), às 21h45, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (13/25, 25/23, 25/23 e 25/23)
09.12 (SÁBADO) – Corinthians-Guarulhos (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no ginásio Ponte Grande, em Guarulhos (SP) – SPORTV 
13.12 (QUARTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) x Ponta Grossa Caramuru (PR), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SPORTV 

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro