Próxima edição marca a presença de 25 atletas de seleção brasileira

Publicado em: 27/09/2017 17:44
Wallace é um dos mais entusiasmados com a Superliga 17/18 (Créditos: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Falta pouco para começar a edição 2017/2018 da Superliga masculina e feminina de vôlei e, entre os participantes, grandes nomes do voleibol brasileiro. Da última convocação das seleções brasileiras adultas em 2017, quando a equipe masculina foi campeã e a feminina ficou com a medalha de prata na Copa dos Campeões, 25 dos 28 selecionáveis estarão em quadra abrilhantando a competição. O principal campeonato do calendário nacional da modalidade terá início no próximo dia 14, com 24 times envolvidos em um calendário que terá fim apenas no início de maio.

A disputa contará com 13 dos 14 atletas que estiveram no Japão com a seleção masculina: Isac e Rodriguinho pelo atual campeão, Sada Cruzeiro (MG), Raphael, Lucarelli, Wallace, Otávio e Thales, pelo vice-campeão EMS Funvic Taubaté (SP), Lucão, Douglas defendendo o Sesi-SP, e Maurício Souza, Maurício Borges, Tiago Brendle e Renan estarão na Superliga pelo estreante Sesc RJ. Apenas Bruninho estará fora do país nesta temporada, quando jogará na Itália.

A expectativa é grande. O oposto campeão olímpico e representante do time de Taubaté, Wallace, é um dos mais entusiasmados. “Vai ser uma Superliga de muito equilíbrio, com grandes equipes e, sem dúvida, o nosso time chega ainda mais forte e querendo esse primeiro título de qualquer maneira. Para isso, contamos com a força da nossa torcida nos jogos em casa”, disse Wallace.

Na Superliga feminina, as equipes participantes chegam com 12 selecionáveis: Gabi, Roberta, Monique e Gabi Guimarães, do atual campeão Sesc RJ, Bia e Tandara no Vôlei Nestlé (SP), Rosamaria e Mara, no Camponesa/Minas (MG), Naiane e Saraelen, pelo Hinode/Barueri (SP), e Suellen e Amanda, do Dentil/Praia Clube (MG). Da seleção feminina, Carol e Natália jogarão fora – ambas na Turquia.

A oposto Tandara, do Vôlei Nestlé, também aposta em uma edição bastante equilibrada. “A Superliga é um dos campeonatos mais fortes do mundo, com grandes atletas e grandes equipes. Agora que temos a volta das jogadoras da seleção brasileira e estamos com o grupo completo, trabalhamos muito forte aqui no Vôlei Nestlé para chegar com tudo para a disputa da temporada 2017/2018 e lutar pelo título”, afirmou Tandara.

A Superliga masculina terá início no dia 14 de outubro, com seis jogos, enquanto a edição feminina terá sua primeira rodada realizada no dia seguinte, com o confronto entre Fluminense (RJ) e BRB/Brasília Vôlei (DF), com transmissão da RedeTV e do SporTV.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro