Serginho se torna novo recordista de títulos

Publicado em: 07/05/2017 14:41
Serginho comemora ponto com o ponteiro Filipe (Créditos: Washington Alves/Inovafoto/CBV )

A final Superliga masculina de vôlei 16/17 teve início, neste domingo (07.05), com dois jogadores empatados com o redorde de títulos: o central do Funvic Taubaté (SP), Éder, e o líbero do Sada Cruzeiro (MG), Serginho. No final, melhor para o jogador cruzeirense, que faturou a medalha de ouro e passou a ser o único jogador do Brasil com oito títulos da principal competição de voleibol no país.

Além do título, Serginho ainda recebeu a premiação de melhor defesa do campeonato. Todas as conquistas, de títulos ou prêmios individuais, foram divididas com os jogadores que passaram por sua carreira.

“Dou crédito a todos os meus companheiros. Sem eles, eu não ganharia nada. Tenho que dividir com todos que passaram por mim, me ajudaram nos treinos, os que me deram uma chamada a mais quando era preciso e esse prêmio de hoje já vai ficar guardado. O próximo é sempre o mais importante”, afirmou Serginho.

Já com 38 anos, o líbero do Sada Cruzeiro nem pensa em parar de jogar. “Por mim, vou até 69 anos. Não posso deixar o Éder passar a minha frente”, se divertiu o jogador. “Mas, falando sério, no final do jogo agradeci a ele, que é um cara vencedor, e por ter jogado uma final e ter vencido de um jogador tão competente como ele”, finalizou Serginho.