Sada Cruzeiro passa pelo Brasil Kirin e é o primeiro finalista

Publicado em: 23/04/2017 00:07
Jogadores do Sada Cruzeiro comemoram ponto na vitória deste sábado (Créditos: Pedro Vilela/Inovafoto/CBV)

O Sada Cruzeiro (MG) é o primeiro finalista da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. A equipe mineira, atual campeã, passou para a decisão após eliminar o Vôlei Brasil Kirin (SP) em 3 jogos a 0. O último foi na noite deste sábado (22.04), quando o time comandado pelo técnico Marcelo Mendez venceu por 3 sets a 0 (25/12, 25/18 e 26/24), em 1h21 de partida. O confronto, disputado no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), contou com dois mil torcedores, que empurraram o grupo cruzeirense a todo instante.

No confronto que deu ao Sada Cruzeiro a vaga na sétima final de Superliga consecutiva, um dos principais destaques ficou por conta do ponteiro Filipe. O atacante foi o mais votado no site do Vôlei Brasil (Confederação Brasileira de Voleibol) e recebeu o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

Presente em todas as outras seis finais, Filipe comemorou mais essa classificação. “É muito gratificante fazer parte desse elenco maravilhoso, desse time de guerreiros. O grupo se compromete a todo instante e estamos mais uma vez na final. Sete anos consecutivos não é para qualquer um e todos estão de parabéns. Agora, vamos esperar a decisão de Taubaté e Sesi-SP para conhecer o outro finalista”, comentou Filipe.

O levantador William falou sobre as trocas de peças nesta temporada, com as saídas do oposto Wallace e do central Éder, ambos para o Funvic Taubaté (SP).“É um Sada Cruzeiro diferente. Mudamos algumas peças e o time fica com uma característica um pouquinho diferente e tão merecedor de estar em uma final quanto todos os outros. O time chega a sete finais consecutivas, é uma marca expressiva, agora é ver o que vai dar do outro lado e jogar para ganhar mais uma. Vamos brigar pelo título, sem favoritismo. Final não tem favorito”, afirmou William.

No Vôlei Brasil Kirin, o capitão Rivaldo fez questão de elogiar sua equipe após a campanha na Superliga 2016/2017. “Fizemos um excelente campeonato, eles fizeram um jogo maravilhoso hoje, diferente dos outros dois confrontos, quando conseguimos neutralizá-los de alguma forma”, disse o oposto Rivaldo.

Nos outros dois confrontos desta série, o Sada Cruzeiro venceu o Vôlei Brasil Kirin por 3 sets a 1. No primeiro, também em casa, o time mineiro fez parciais de 25/20, 18/25, 25/22 e 25/21. Depois, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP), venceu por 25/21, 25/19, 21/25 e 25/22.

Com a vaga garantida, o Sada Cruzeiro, campeão nas últimas três edições consecutivas, espera pela decisão de Funvic Taubaté (SP) e Sesi-SP, que se enfrentam na série pela outra semifinal. A equipe taubateana vence por 2 jogos a 1 e o próximo confronto será na quinta-feira (27.04), às 19h30, com transmissão ao vivo do canal SporTV.

O JOGO

Bruno Temponi abriu o placar da partida a favor do Vôlei Brasil Kirin. Leal pontuou duas vezes seguidas e fez 2/1 para o Sada Cruzeiro. Com Simon bem no saque, o time cruzeirense abriu 5/1. A equipe campineira reagiu e reduziu a diferença em 4/6. Os donos da casa voltaram a abrir e, no ace de Isac, marcaram 10/5. Em mais um ponto de saque, dessa vez de Evandro, o Sada Cruzeiro chegou a 12/6. O marcador apontou 15/7 para o time mineiro e Horacio Dileo pediu tempo. Com Leal, o Sada abriu oito de vantagem: 18/10. No bloqueio de Evandro, 21/11. No final, com ace de Isac, 25/12.

Exatamente como no set anterior, o Sada Cruzeiro abriu 5/1 logo no começo da parcial. Horacio Dileo pediu tempo. Ainda em grande passagem de William pelo saque, ponto de bloqueio e o time cruzeirense fez 6/1. O Brasil Kirin buscou e marcou 6/9. Na combinação rápida de William com Isac, o Sada voltou a abrir vantagem em 14/7. Dileo parou o jogo com pedido de tempo. No bloqueio de Rivaldo, o Vôlei Brasil Kirin marcou 9/16. Com Filipe, depois de belo levantamento de William, os cruzeirenses chegaram a 20/11. Embalado, o Sada Cruzeiro fechou o segundo set em 25/18.

Diferente dos dois primeiros, o terceiro set teve um início equilibrado, com o empate em 3/3. Com Temponi bem no saque, o Vôlei Brasil Kirin fez 5/3. A vantagem campineira aumentou em 8/5. Depois de uma bola muito disputada, com defesa dos dois lados, Filipe pontuou e o Sada Cruzeiro marcou 7/8. Com Maurício Souza, dois de vantagem para o Brasil Kirin: 10/8. No erro do adversário, o time visitante abriu três em 13/10. O Sada encostou em 14/15 e, na largadinha de Diogo, o Brasil Kirin fez 16/14. No bloqueio de Leal, o time cruzeirense chegou ao ponto de empate: 16/16. Na sequência, mais uma vez com Leal, os donos da casa assumiram o comando do placar (18/17). A partir daí, o Sada Cruzeiro abriu vantagem, chegou a 20/17 e Dileo pediu tempo. O Sada fez 24/21, o Vôlei Brasil Kirin reagiu, aproximou no placar em 23/24, e Marcelo Mendez parou o jogo. Na volta, no erro do adversário, o time de Campinas chegou ao ponto de empate: 24/24. Evandro pontuou no ataque e no saque e o time mineiro venceu por 26/24.

EQUIPES

SADA CRUZEIRO – William, Evandro, Isac, Simon, Leal e Filipe. Líbero – Serginho

Entraram –  Fernando, Alan

Técnico: Marcelo Mendez

VÔLEI BRASIL KIRIN – Rodriguinho, Rivaldo, Vini, Maurício Souza, Diogo e Temponi. Líbero – Tiago Brendle

Entraram – Jotinha, Baiano, Matheus

Técnico: Horacio Dileo

GALERIA DE FOTOS

http://superliga.cbv.com.br/galeria/1859/contagem-mg---22.04.2017---superliga-masculina---sada-cruzeiro-x-volei-brasil-kirin

SUPERLIGA MASCULINA 16/17

Semifinal

Terceira rodada

21.04 (SEXTA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) 2 x 3 Sesi-SP, ás 21h, no Abaeté, em Taubaté (SP) (35/37, 25/21, 25/19, 25/21 e 15/10)

22.04 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 Vôlei Brasil Kirin (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) (25/12, 25/18 e 26/24)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro