Camponesa/Minas e Rexona-Sesc fazem quarto jogo da série nesta terça-feira

Publicado em: 10/04/2017 17:17
Camponesa/Minas está em vantagem na série semifinal (Créditos: Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV)

Camponesa/Minas (MG) e Rexona-Sesc (RJ) fazem nesta terça-feira (11.04) o quarto jogo da série melhor de cinco das semifinais da Superliga feminina de vôlei 16/17. No momento, a vantagem é da equipe mineira que venceu duas partidas contra uma das cariocas. O time do treinador Paulo Coco jogará com o grupo do técnico Bernardinho, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). O SporTV transmitirá ao vivo.

O vencedor da série entre o Rexona-Sesc e o Camponesa/Minas terá como adversário na decisão, o Vôlei Nestlé (SP). O time de Osasco fechou a série melhor de cinco jogos contra o Dentil/Praia Clube (MG) em 3 a 0.

O Rexona-Sesc venceu a primeira partida da série em Belo Horizonte por 3 sets a 0. Na sequência, no Rio de Janeiro, dois resultados positivos do Camponesa/Minas por 3 sets a 1 e 3 sets a 2, respectivamente.

No Camponesa/Minas, a ponteira Rosamaria comentou sobre o momento atual da equipe e pediu concentração e foco para o grupo mineiro.

"Estamos vindo de duas boas vitórias, mas sabemos que isso não representa nada na série. Acredito que o favoritismo continua sendo delas. Sabemos da dificuldade de jogar contra o Rexona-Sesc pela grande Superliga que elas fizeram. Temos que manter os pés chão, mas acreditando sempre. Será muito importante jogarmos em casa ao lado da nossa torcida. Esperamos um grande jogo. Estamos muito focadas e estudando o time delas", disse Rosamaria.

Pelo lado do Rexona-Sesc, a oposta Monique pediu atenção especial para o jogo coletivo no duelo desta terça-feira contra o Camponesa/Minas.

"Falar do próximo jogo é falar sobre a nossa sobrevivência no campeonato. É uma série de altos e baixos, fizemos um primeiro jogo muito bom, mas depois caímos demais de rendimento. Mesmo em casa, não soubemos lidar com situações adversas e erramos muito. Mas ainda temos uma chance, não tem nada definido, a série está aberta e a gente está 100% focada em reverter essa situação. Sempre fomos um time forte coletivamente, não temos um destaque individual, mas sim um grupo, e agora é a hora da gente se fechar como um grupo, jogar mais coletivamente do que nunca, para conseguirmos uma vitória lá e levar essa série para o quinto jogo", explicou Monique.

Nas quartas de final, o Rexona-Sesc passou pelo Pinheiros (SP) e o Camponesa/Minas eliminou o Genter Vôlei Bauru (SP).

Semifinais

Primeira rodada

31.03 (SEXTA-FEIRA) - Vôlei Nestlé (SP) 3 x 1 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no José Liberatti, em Osasco (SP) - (25/27, 25/17, 25/12 e 25/13)
31.03 (SEXTA-FEIRA) - Camponesa/Minas (MG) 0 x 3 Rexona-Sesc (RJ), às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (20/25, 19/25 e 18/25)

Segunda rodada

04.04 (TERÇA-FEIRA) - Dentil/Praia Clube (MG) 0 x 3 Vôlei Nestlé (SP), às 19h, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) - (19/25, 22/25 e 22/25)
04.04 (TERÇA-FEIRA) - Rexona-Sesc (RJ) 1 x 3 Camponesa/Minas (MG), às 21h30, no Tijuca T.C., no Rio de Janeiro (RJ) - (22/25, 21/25, 25/21 e 19/25)

Terceira rodada

07.04 (SEXTA-FEIRA) - Vôlei Nestlé (SP) 3 x 1 Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no José Liberatti, em Osasco (SP) - (25/18, 23/25, 26/24 e 25/11)
07.04 (SEXTA-FEIRA) - Rexona-Sesc (RJ) 2 x 3 Camponesa/Minas (MG), às 21h30, no Tijuca T.C., no Rio de Janeiro (RJ) - (21/25, 25/13, 25/21, 23/25 e 8/15)

Quarta rodada

11.04 (TERÇA-FEIRA) - Camponesa/Minas (MG) x Rexona-Sesc (RJ), às 21h30, na Arena Minas, Belo Horizonte (MG) - SporTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro