Funvic Taubaté passa pelo JF Vôlei e é mais um semifinalista

Publicado em: 27/03/2017 21:19
Lucarelli, eleito o melhor do jogo, no bloqueio (Créditos: Rafinha Oliveira/Funvic Taubaté)

Sada Cruzeiro (MG) e Sesi-SP já estavam lá e, nesta segunda-feira (27.03), o Funvic Taubaté (SP) se juntou ao seleto grupo de semifinalistas da Superliga masculina de vôlei 2016/2017. A equipe, que já havia vencido os dois primeiros jogos, por 3 sets a 0 e por 3 a 1, conseguiu mais um resultado positivo nesta noite, por 3 a 0, com parciais de 25/21, 25/18 e 25/14, em 1h24 de partida disputada no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP).

Após esta partida, está definida a primeira série pelas semifinais. Funvic Taubaté e Sesi-SP, que passou pelo Minas Tênis Clube (MG), se enfrentarão na busca por uma vaga na grande final. O Sada Cruzeiro, também classificado depois de bater o Lebes/Gedore/Canoas (RS), espera pelo confronto entre Vôlei Brasil Kirin (SP) e Montes Claros Vôlei (MG) para conhecer seu adversário na próxima fase. Por enquanto, o time paulista tem a vantagem de já ter vendido dois jogos e as equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (30.03).

Nesta noite, o ponteiro Lucarelli, que fez seu quarto jogo depois de uma lesão no pé, deu sua contribuição para a vitória e foi o mais votado no site do Vôlei Brasil (Confederação Brasileira de Voleibol) na eleição do melhor jogador da partida. Dono do Troféu VivaVôlei, o campeão olímpico nos Jogos Rio-2016 falou sobre o jogo e a classificação.

“Dos quatro jogos que fizemos em sequência contra JF Vôlei (o último da fase classificatória e os três dos playoffs pelas quartas de final), o de hoje foi o melhor disparado. Nosso contra-ataque foi muito bom, e esse era um ponto que precisávamos evoluir. Temos que ter um jogo desse como parâmetro e tentar sempre melhorar”, disse Lucarelli, que já falou sobre o adversário da próxima fase.

“O Sesi-SP é uma grande equipe, passou muito bem pelo Minas e, com certeza, vai ser uma batalha daquelas. Agora temos um período até lá para descansar e estudar bem o adversário paar conseguir fazer bons jogos nas semifinais”, complementou Lucarelli, maior pontuador da partida, ao lado do oposto Wallace, com 14 acertos cada um.

No JF Vôlei, o oposto Renan, até então maior pontuador da Superliga 16/17, também comentou sobre a saída do seu time do campeonato. “Toda a equioe está de parabéns. Conseguimos fazer uma ótima Superliga, fizemos tudo que podíamos. Eles foram melhores, mereceram hoje e só temos a agradecer a todo o suporte que a comissão técnica nos deu esse ano e é muito bom jogar com esses meninos”, concluiu Renan.

O JOGO

Lucas Lóh marcou o primeiro ponto da partida e o Funvic Taubaté fez 1/0. Ricardo respondeu para o JF Vôlei. O time da casa abriu dois em 5/3. Com Renan, a equipe mineira chegou ao empate em 6/6. No bloqueio de Éder, Taubaté voltou a abrir vantagem (9/6). Henrique Furtado pediu tempo. Em grande passagem de Lucarelli pelo saque, o placar ainda foi a 11/6. Wallace marcou 15/11 para Taubaté. Com Lucas Lóh pelo fundo meio, 17/13. A equipe da casa marcou 21/16. O JF Vôlei reagiu e no bloqueio de Bruno, reduziu a diferença para 18/21. A vantagem do time paulista ainda caiu para 22/20 e Cezar Douglas pediu tempo. O Funvic Taubaté se reequilibrou e fechou em 25/21.

O segundo set começou melhor para o time da casa. No bloqueio de Raphael, 3/1. Depois de uma bola bastante disputada, Lucarelli pontuou e o Funvic Taubaté marcou 7/3. Com Wallace, a equipe dirigida pelo técnico Cezar Douglas chegou a 8/3. Lucarelli bloqueou e Taubaté chegou a 10/6. Quando o marcador apontou 12/8, Henrique Furtado pediu tempo. No bloqueio de Otávio, os donos da casa chegaram a 16/10. Com Wallace na saída de rede, o Funvic Taubaté abriu boa vantagem: 20/11. Éder pontuou e fez 22/14. Com uma facilidade um pouco mais, o time paulista fechou o segundo em 25/18.

Embalado, o Funvic Taubaté começou bem no terceiro set e, na bola de segunda de Raphael, fez 4/3. No ace do levantador, o placar foi a 7/4 e, no lance seguinte, com bloqueio de Wallace, 8/4. Quando o time da casa chegou a 11/5, o técnico do JF Vôlei pediu tempo. Na volta, ponto de saque de Lucarelli e 12/5. Otávio pontuou e o time da casa marcou 15/7. No bloqueio de Lucarelli, Taubaté colocou o dobro de pontos 18/9. Com grande vantagem, a equipe paulista ainda chegou a 22/12. O Funvic Taubaté seguiu com tranquilidade até fechar em 25/14.

EQUIPES

FUNVIC TAUBATÉ – Raphael, Wallace, Éder, Otávio, Lucas Lóhe  Lucarelli. Líbero – Mário Jr.

Entraram – Renan, Gelinski, Kaio

Técnico: Cezar Douglas

JF VÔLEI – Rodrigo, Renan, Diego, Bruno, Ricardo e Rammé. Líbero – Fábio Paes

Entraram – Juan Mendez, Moreno, Adami, Rômulo, Drago

Técnico: Henrique Furtado

SUPERLIGA MASCULINA 16/17

Quartas de final

Terceira rodada

25.03 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 1 Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) (25/16, 25/18, 21/25 e 25/19)

26.03 (DOMINGO) – Sesi-SP 3 x 0 Minas Tênis Clube (MG), às 16h15, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/22, 25/20 e 25/22)

27.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Funvic Taubaté (SP) 3 x 0 JF Vôlei (MG), às 18h30, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP) (25/21, 25/18 e 25/14)

30.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Brasil Kirin (SP) x Montes Claros Vôlei (MG), às 21h55, no ginásio do Taquaral, em Campinas (SP) – REDETV e no SporTV.com

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro