Dentil/Praia Clube vence Terracap/BRB/Brasília de virada

Publicado em: 18/03/2017 21:06
Jogadoras do Dentil/Praia Clube comemoram ponto na vitória deste sábado (Créditos: Túlio Calegari/Praia Clube)

Na primeira rodada das quartas de final da Superliga feminina de vôlei 2016/2017, o Dentil/Praia Clube (MG) contou com o apoio de sua torcida, que encheu o ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG), e levou a melhor sobre o Terracap/BRB/Brasília (DF). O time mineiro perdeu o primeiro set, mas virou o jogo e venceu por 3 sets a 1 (20/25, 25/19, 25/20 e 25/15), em partida que teve1h50 de duração.

A ponteira Michelle, do time de Uberlândia, teve participação decisiva no confronto desta noite e foi eleita a melhor jogadora da partida através de votação popular, realizada no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Com isso, a atacante recebeu o Troféu VivaVôlei, programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

“A torcida nos empurrou o tempo inteiro e, sem dúvida, foi muito importante para o nosso time. No primeiro set tivemos alguns vacilos, perdemos um pouco a paciência, mas depois o jogo entrou e a partir do segundo set construímos a vitória. Quando o nosso saque entrou, facilitou bem mais e isso foi fundamental para os outros três sets”, analisou Michelle.

Outro destaque da equipe vencedora foi a também ponteira Alix. A norte-americana saiu de quadra como maior pontuadora do confronto, com 17 acertos.

Pelo Terracap/BRB/Brasília, a experiente Paula Pequeno já começa a pensar no próximo desafio. “Começamos a cometer erros que, contra um time como, fica impossível. A partir do segundo set, o emocional já não foi o mesmo, a nossa agressividade diminui e tudo isso deu confiança ao time delas. Acredito que agora é pegar o que foi de bom desse jogo e levar para o próximo jogo, na terça, quando temos que conseguir fazer uma partida muito melhor”, comentou Paula.

O segundo duelo pelas quartas de final será na próxima terça-feira (21.03), às 19h, desta vez no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF). Em caso de vitória do Dentil/Praia Clube, o time mineiro estará classificado para as semifinais da Superliga. Se, jogando em casa, a equipe de Brasília levar a melhor, a decisão vai para o terceiro confronto.

O JOGO

O Dentil/Praia Clube abriu o placar do jogo. Com Roberta, o Terracap/BRB/Brasília chegou ao ponto de empate em 4/4. Michelle pontuou e colocou o time mineiro com três de vantagem: 8/5. O Brasília encostou em 7/8. No bloqueio simples de Amanda, o time candango deixou tudo igual em 9/9. Depois de uma bola disputada durante 30 segundos, Amanda pontuou mais uma vez e fez 11/11. No ace de Andréia, 12/11 para Brasília. Com equilíbrio mantido, Ramirez fez 14/14. O Terracap/BRB/Brasília abriu dois em 16/14. Tudo igual novamente em 17/17. E de novo o time visitante conseguiu abrir dois de vantagem: 20/18. Na sequência, Brasília ainda fez 22/19 e Picinin pediu tempo. No final, no ace de Amanda, Brasília fechou em 25/20.

O segundo set começou melhor para o Terracap/BRB/Brasília. Depois de 38 segundos de bola em disputa em um mesmo lance, Vívian pontuou e o time visitante fez 4/2. O Dentil/Praia Clube reagiu e empatou em 4/4. O time da casa assumiu o comando do placar e fez 11/10. Vívian bloqueou e colocou a equipe visitante em vantagem: 13/12. No ace de Walewska, o Praia abriu boa vantagem em 16/13 e Anderson pediu tempo. Na bola de segunda de Claudinha, a equipe mineira chegou a 18/14. Em bom momento no jogo, o Dentil/Praia Clube fez 20/15 e forçou Anderson a pedir tempo. Com mais uma bola de segunda, Claudinha levou o time de Uberlândia a 22/17. E, com Michelle, o Praia fechou em 25/19.

No terceiro set, o Terracap/BRB/Brasília voltou com ritmo forte e logo abriu 3/1. O Dentil/Praia Clube buscou e empatou em 4/4. O time candango contou com ponto de Andréia para abrir dois de vantagem: 8/6. No bloqueio de Michelle, as donas da casa deixaram tudo igual em 9/9 e com Ramirez passaram a frente: 10/9. No bloqueio de Amanda, 11/11. Quando o Praia fez 14/12, Anderson pediu tempo. Na volta, Natasha pontuou e fez 15/12. A vantagem da equipe da casa passou a ser de quatro pontos em 19/15 e o treinador de Brasília pediu tempo. Ellen havia acabado de entrar quando bloqueou e fez 21/17 para o Praia. Amanda conseguiu um ace, levou o Brasília a fazer 20/23 e Picinin pediu tempo. Na volta, Ellen fechou o set em 25/20.

Comecinho de set equilibrado, com as equipes empatando em 2/2. No ponto de saque de Walewska, o Dentil/Praia Clube abriu vantagem em 5/2. As donas da casa ainda chegaram a 9/4 e Anderson Rodrigues pediu tempo. Melhor na partida, o time do Praia ainda fez 11/5. Com Walewska na jogada china, o marcador apontou 14/6. No erro do adversário, Brasília fez 9/15. Ramirez levou a equipe de Uberlândia a fazer 18/10. Em mais uma bola de segunda de Claudinha neste jogo, o Dentil/Praia Clube marcou 21/12.No final, vitória do time da casa em 25/15.

EQUIPES

DENTIL/PRAIA CLUBE – Claudinha, Ramirez, Walewska, Natasha, Alix e Michelle. Líbero – Tássia

Entraram – Ellen

Técnico: Ricardo Picinin

TERRACAP/BRB/BRASÍLA – Macris, Andréia, Roberta, Vívian, Paula e Amanda. Líbero – Silvana

Entraram – Fernanda, Ana, Sabrina, Lê Bonardi, Larissa, Mari Hellen

Técnico: Anderson Rodrigues

SUPERLIGA FEMININA 2016/2017

Quartas de final

Primeira rodada

16.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Nestlé (SP) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 21h55, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP) (25/23, 25/23 e 25/14)

17.03 (SEXTA-FEIRA) – Pinheiros (SP) 1 x 3 Rexona-Sesc (RJ), às 21h30, no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP) (21/25, 20/25, 25/16 e 23/25)

18.03 (SÁBADO) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 1 Terracap/BRB/Brasília (DF), às 18h, no ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG) (20/25, 25/19, 25/20 e 25/15)

18.03 (SÁBADO) – Camponesa/Minas (MG) x Genter Vôlei Bauru (SP), 20h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SPORTV

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro